Discurso - Inauguração do Serviço de Reabilitação da Rede Lucy Montoro e da Estação de Tratamento de Esgoto - 20120106

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso da Inauguração do Serviço de Reabilitação da Rede Lucy Montoro e da Estação de Tratamento de Esgoto

Local: Mogi Mirim - Data: 01/06/2012

GOVERNADOR DO GERALDO ALCKMIN: Bom dia a todas e a todos, saudar ao nosso presidente da Assembleia Legislativa, esse mogimiriano querido, que é o deputado Barros Munhoz; nosso prefeito anfitrião Carlos Nelson Bueno; a Maria Paula Bueno. Essa história da braveza do prefeito é tudo conversa mole, quem manda é a Maria Paula, viu? Flávia Rossi, nossa vice-prefeita; o vereador Luiz Roberto Tavares. Saudar todos os vereadores aqui presentes; Dra. Alaide Quércia, nos alegra muito com a presença, Dra. Alaíde. Deputado federal Guilherme Campos; deputada estadual Célia Leão, secretários de Estado, Dra. Linamara Battistella, Edson Giriboni, professor Giovanni Guido Cerri. O Dr. Fábio Gregório, diretor-geral do Hospital Sírio Libanês; o Dr. João Baptista Comparine, diretor–técnico de empreendimentos e meio ambiente da Sabesp. O Sr. Paiva; Pastor Valdenir Carneiro de Oliveira; Maria Lucia Dédalo, presidente da Comissão de Homenagem ao Monsenhor José Nardin, aos familiares do senhor Nardin, Raul Nardin e Maria Cecília; Vivian Abdalla Hannud, presidente da Sociedade de Beneficência das senhoras do Hospital Sírio Libanês. Prefeitos e prefeitas aqui presentes, secretários, lideranças da comunidade, amigas e amigos. É uma enorme alegria! E nesse rol, muito justo do prefeito Carlos Nelson e da falta de que o Mogi Mirim foi campeão de futebol do interior, não é isso? O time foi campeão aqui, pelo menos. Essa é a décima primeira [ininteligível] da rede Lucy Montoro, 11, homenagem ao Neymar. Mas nós começamos o dia descendo na fazenda do Totó, como é que chama? O sobrenome? Totó Porto, e é impressionante, aqui em Mogi Mirim, a gente vê na televisão: “Olha, fizeram um clone, lá na Austrália, não sei aonde, Instituto”. Aqui foram feitos 100 clones, de [ininteligível] leiteiro aqui em Mogi Mirim, que é um dos maiores institutos centros de inseminação e fertilização in vitro, da América Latina. Depois fomos à estação de tratamento de esgoto, que era 0 e agora 90% do esgoto da cidade, tratado, o [ininteligível] o Rio Mogi Guaçu, o Pardo, Rio Grande, Paraná, enfim, benefício para toda comunidade. E tecnologia de ponta, não é? Naquela estação de tratamento de esgoto, uma engenharia, só um arquiteto como o Carlos Nelson Bueno para conceber, uma engenharia fantástica, porque o [ininteligível] de uma sociedade [ininteligível] específico, o [ininteligível], a Sabesp, a UHL, empresas menores nacionais e espanholas e trouxeram o que há de mais moderno em tecnologia. Nós vamos poder dizer logo, logo Mogi Mirim é uma cidade saudável, 300%, 100% água tratada, 100% esgoto sanitário coletado e 100% tratado. Já começa já a terceira fase desse trabalho de saneamento básico. E a inauguração dessas duas belas unidades. Tolstói dizia que a verdadeira vocação do homem e da mulher é servir às pessoas, essas unidades são para servir as pessoas, e aquelas que mais precisam, e atender a região. Professor Giovanni Cerri colocou bem, essa visão de regionalização, nós temos que procurar ir resolvendo na própria região, então vai atender toda a região de São João da Boa Vista e de Piracicaba, desde casos mais complexos, como as lesões medulares, como as amputações, até casos mais simples de dificuldade e mobilidade urbana, de mobilidade das pessoas. Aliás, a professora Linamara sempre destaca, hoje nós temos no Estado de São Paulo, 4,6 milhões de pessoas acima de 60 anos de idade, e 800 mil pessoas com mais de 80 anos de idade. Então, a pessoa pode estar ótima, qualidade de vida excelente, então aqui é um trabalho completo, e equipes multiprofissionais, eu estive anotando ali, são 15 profissões diferentes trabalhando juntas ligadas à saúde. Aliás, aqui quantas oficinas vão ter, Linamara? Doze oficinas, com terapeutas ocupacionais, oficinas importantes. Então, um trabalho completo, integrado com duas grandes unidades e atendendo a região. A gente fica muito feliz de participarmos hoje dessa inauguração. Queria cumprimentar o Carlos Nelson Bueno, vocês têm um grande prefeito. E já combinamos de voltar aqui daqui a uns meses para inaugurar o restauro da Escola Estadual Oscar Rodrigues Alves e a delegacia de polícia, que foi toda ela também restaurada, ampliada, novos módulos dentro de mais alguns meses. Quero agradecer aqui aos nossos secretários de Estado. Esta mãe, na acepção da palavra, do amor que ela tem naquilo que faz, que é a Dra. Linamara Battistella, cumprimentar o professor Giovanni Cerri, que faz um belíssimo trabalhar área de saúde, aliás, está saindo daqui para ir para outra cidade aqui da região. O Edson Giriboni, engenheiro da Poli, dedicadíssimo às questões do saneamento básico. Dizer que foi, para nós, uma alegria ter como OS no contrato de gestão o Instituo de Responsabilidade Social do Sírio Libanês, o Sírio Libanês não é só um dos melhores hospitais do Brasil, é uma referência internacional. Então, é uma tranquilidade a gente ter uma expertise como parceiro para executar esse trabalho de reabilitação, fisiatria, fisioterapia, toda a parte médica e multiprofissional através do Sírio Libanês. Tudo de graça, 100% gratuidade e tudo pago pelo contribuinte paulista, não tem um centavo de dinheiro federal, tudo aqui é contribuinte do Estado de São Paulo. Agradecera ao Barros Munhoz, o Barros, dá um passinho aqui Barros. Estados Unidos teve um presidente da Câmara Federal que marcou época, chamava-se Thomas O’niel; o Barros Munhoz marca época, é o melhor parceiro que nós poderíamos ter para fazer as coisas acontecerem aqui em São Paulo. E a gente fica feliz Barros de ver aqui, na sua região, aliás, eu sempre digo: olha, que política, veja a cidade de pessoa. Porque ninguém é [ininteligível] o voto distrital? Porque se implantar o voto distrital, muita gente vai embora, o sujeito vai mudando de lugar, apronta aqui, vai para parar o outro lugar, apronta lá vai para o outro, vai pulando. O Barros, não só Itapira, mas a região ao qual ele tem atividade pública, o reconhecimento, o esforço, o trabalho, então abraçando o Barros Munhoz. Eu quero agradecer a Célia Leão, essa guerreira que é [ininteligível]. Célia Leão, aliás, ambos, o Barros Munhoz e a Célia ajudaram, inclusive, com emendas parlamentares para viabilizar aqui as unidades. E o deputado federal Guilherme Campos, que representa o nosso Estado e região lá em Brasília. Mas, especialmente, deixar um grande abraço aqui para vocês e para encerrar, Giriboni, e para fortalecer a torcida: o esgoto caiu no rio Mogi Mirim, aí nós vamos limpar o rio Mogi Mirim, despoluiu, tirou 300 toneladas de esgoto in natura. Limpando o rio Mogi Mirim, o rio Mogi Mirim deságua no Mogi Guaçu, vamos despoluir o Mogi Guaçu. Mogi Guaçu deságua no Pardo, vamos ajudar a despoluir o rio Pardo. Aí o rio Pardo deságua no, lá em cima, no Grande, divisa com [ininteligível], ajuda a despoluir o Rio Grande, aí o Grande deságua no Paranazão, ajuda a despoluir o Rio Paraná, divisa com Mato Grosso do Sul. Paraná se une ao Paraguai e forma a bacia do Prata e chega em Montevidéu, onde o Santos venceu o Peñarol e foi campeão da Libertadores, não é! Um grande abraço!