Discurso - Inauguração do ambulatório de quimioterapia de Lins + descerramento da placa da EMEI Prof. Ismael Castro de Araújo 20162506

De Infogov São Paulo
Revisão de 14h15min de 27 de junho de 2016 por Eduardosilva (discussão | contribs) (Criou página com ''''Discurso - Inauguração do ambulatório de quimioterapia de Lins + descerramento da placa da EMEI Prof. Ismael Castro de Araújo''' '''Local: [[]] - Data:[http://infogov.imp…')
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Inauguração do ambulatório de quimioterapia de Lins + descerramento da placa da EMEI Prof. Ismael Castro de Araújo

Local: [[]] - Data:Junho 25/06/2016

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR: Boa tarde a todos e a todos. Eu quero cumprimentar o prefeito, o nosso anfitrião, Edgar, prefeito do Lins; cumprimentar o vereador Aparecido Corrêa da Silva, vice-presidente da Câmara, saudando os vereadores; deputados, Dr. Pedro Tobias, grande médico, dedicado à oncologia; Dom Francisco Carlos da Silva, bispo da Diocese de Lins; prefeito de Guaiçara, o Clóvis Redigolo; de Promissão, o Hamilton; Pongai, Adilson Brumati; presidente da Fundação Amaral, o Vitório Munerato Neto; Antônio Luiz de Moraes, Dr. Navarro, diretor superintendente do Hospital Amaral Carnaval; Doutor Carlos Augusto Beato, coordenador do Departamento de Oncologia Clínica do Hospital; Dra. Doroti da Conceição Vieira Alves Ferreira, Diretora Regional de Saúde; professora Adriana Monteiro Guarizo, diretora de Ensino; Tenente-Coronel Daniela, Comandante do Batalhão; Dr. Wellington Martinez Hernandes, delegado seccional; Roberto Perez, da Casa Civil; Frei Bonifácio, administrador da nossa Santa Casa de Lins, em nome de quem eu quero saudar todo o time da Santa Casa; a Denise Jorge Magnoler, secretária municipal de Educação. E hoje entregamos também uma creche-escola aqui para Lins; Nanci Dias Pereira, em nome de quem eu quero saudar todos os voluntários e voluntárias, presidente do Grupo Linense de Combate ao Câncer; André Wagner Gonçalves, presidente da Associação do Bairro Franco Montoro, em nome de quem eu quero saudar todas as lideranças daqui da comunidade; familiares de Nivaldo Gregório, que dá nome a este ambulatório de quimioterapia; Dona Dalci Gregório e seus filhos, Tales Gregório e Giovani Gregório; familiares do professor Ismael Castro de Araújo, que dá nome à creche-escola; Maria Dolores e a suas filhas Michele e Daniele Araújo. Amigas e colegas da área de saúde, profissionais todos da área de saúde, amigas e amigos, uma palavra breve. Ontem à noite eu fui com o Pedro Tobias na maternidade Santa Isabel, lá em Bauru. E é entusiasmante a gente ver o carinho e a dedicação e o trabalho que é feito. Toda a parte de cima da maternidade já foi reformada, modernizada e equipada e agora estamos começando a parte de baixo. Teremos toda a Maternidade de Santa Izabel zerinho praticamente. Estamos vindo agora de Bauru, onde começamos 22 quilômetros de marginais, na Marechal Rondon, porque é perto das cidades que têm mais acidentes. Então, uma vacina contra acidentes, as marginais, passarelas para evitar atropelamento, acidentes. 170 milhões de investimentos vai gerar aqui na região, entre empregos diretos e indiretos , quase mil empregos aqui na região. Passamos agora em Cafelândia, onde foi entregue um ambulatório de especialidades médicas e não médicas. Também um espetáculo de investimento. E chegamos a Lins. E quero aqui saudar o grande empenho que foi feito na Santa Casa de Misericórdia. Um trabalho belíssimo. Um trabalho belíssimo que é feito. E hoje aqui nós temos uma união da Santa Casa e do Amaral Carvalho. É como uma dobradinha Neymar e Messi. São campeões. Estamos pegando uma excelência da saúde de Lins, que é a Santa Casa, e uma excelência no combate ao câncer, que é o Amaral Carvalho, um centro respeitado internacionalmente. E o câncer é uma doença curável. Câncer é doença curável desde que diagnosticada corretamente e tratada também corretamente. E eu quero saudar o Edgar pelo seu empenho, o seu trabalho na área de saúde aqui do município. Todo mundo sabe que o Brasil já há três anos passa por uma dificuldade. Eu acho até que vai melhorar. Eu acho que agora no segundo semestre vai dar... A economia tende a se recuperar. Mas, nos momentos de crise, sempre governar é escolher. O dinheiro nunca dá para tudo. Governar é escolher. E a saúde, como é a educação, é o binômio inseparável. Então, por isso nós estamos entregando na educação uma creche-escola para as mamães, para os papais terem segurança de que os seus filhos serão bem cuidados enquanto eles trabalham e têm outras atividades. Esta creche de hoje, Edgar, é a de número... Esta creche é a de número 141. Nós temos mais 380 em obras no Estado de São Paulo. Há uma estorieta árabe que perguntaram qual dos filhos ela mais amava, e ela respondeu, ela disse: “O pequenino, até que cresça. O doente, até sare. O ausente, até que volte”. O pequenino, até que cresça. Quanto menorzinho, mais cuidados, mais atenção, mais dedicação para ele poder avançar. Estamos muito felizes... E é de zero a cinco anos. Então, tem creche de zero a três, e tem a EMEI, de três a cinco. Então, de zero a cinco anos. A criança entra no primeiro ano do ensino fundamental praticamente alfabetizada. E a outra, quimioterapia. E aqui, eu quero destacar o Rotary Clube. Eu saindo de Cafelândia, ouvi também lá o Rotary Clube, o Rotary Clube vai ajudar a Santa Casa toda parte de energia solar para diminuir a conta de luz. Aqui a gente chega a Lins, o Rotary Clube de novo ajudando em todo o mobiliário. E a Santa Casa, na Capela. Aliás, tem um duplo significado, porque os freis oram e a oração é muito importante, mas essa Capela é uma capela de farmácia para manipulação dos quimioterápicos, que exige um cuidado, uma pureza dos medicamentos muito importante. E a outra, o tratamento aqui na cidade. O tratamento oncológico é uma diretria de hoje quase quatro caminhos. Quimioterapia; cirurgias, às vezes; radioterapia; imunoterapia; espiritualidade. É impressionante como as questões que nos afetam através do sistema hormonal elas pioram ou melhoram a nossa saúde. Então, a vida espiritual, a tolerância, a paciência, o amor às pessoas também ajudam a nossa saúde. Esse é um fato importante. E as pessoas deixarem de ter que viajar toda hora para Jaú. Menotti Del Picchia, em um poema muito bonito, chamado Juca Mulato, ele diz que a própria dor na terra natal dói menos. A própria dor na terra natal dói menos. Então, a gente podendo resolver aqui mesmo, na cidade, junto da família, dos amigos, é muito melhor. Eu quero aqui trazer um grande abraço e dizer que nós estamos melhorando. A expectativa de vida no Brasil, em 1940, era de 43 anos de idade. Hoje, em São Paulo, é praticamente 76 anos de idade. Quem passa dos 30, sai da chamada vulnerabilidade juvenil, vai para mais de 80. E está subindo. Está subindo. A nossa meta agora é passarmos de 100 anos de idade. E as mulheres... Não. 100 anos, nós homens. E as mulheres não morreram mais. Eu deixo um abraço muito carinhoso e essa inauguração é um grande ato de amor. E Santo Agostinho dizia o seguinte: “Ama e faz o que quiseres”. Era o santo do amor, aquele que dizia: “Eu creio firmemente na existência do inferno, mas creio ainda mais firmemente que não tem ninguém no inferno porque Deus é amor”. E esse é um grande ato de amor. Parabéns Lins. [[]]