Discurso - Lançamento da campanha "Doar é Legal" - 20121109

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso no lançamento da campanha "Doar é Legal"

Local: Capital - Data: 11/09/2012

MESTRE DE CERIMÔNIA: Governador do estado de São Paulo.



GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Bom dia, a todas e a todos! Eu vou saudar o presidente do Tribunal de Justiça, o desembargador Ivan Sartori; Claudia Sartori, presidente do Comitê de Ação Social e Cidadania do Tribunal e coordenadora da Campanha “Doar é Legal”; o presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, o deputado Barros Munhoz; desembargador José Gaspar Gonzaga Franceschini; Deputado Estevam Galvão; Secretário da Justiça, Eloisa Arruda; Secretário de Saúde, Dr. Giovanni Cerri; Desembargador Luiz Antônio Rodrigues da Silva; Desembargador Roque Mesquita; o poeta Paulo Bomfim; Coronel Renato de Siqueira Campos; Professor Dr. José Osmar Medina Pestana; magistrados; membros do Comitê de Ação Social de Cidadania; funcionários do tribunal, amigas e amigos.

Queria cumprimentar aqui o Dr. Ivan Sartori e [ininteligível], o Milton Nascimento dizia que o artista deve estar onde o povo está. Então, o Poder Judiciário se aproxima ainda mais da população, das suas necessidades, das suas esperanças, ou do Comitê de Ação Social de Cidadania, residida com entusiasmo pela Claudia Sartori. E quero destacar a importância do tema, a medicina avançou muito, hoje os transplantes novos são uma realidade, a pessoa que tá cega pode voltar a enxergar com o transplante de córnea; quem tá fazendo hemodiálise, três, quatro dias por semana em uma maca, pode ter uma outra qualidade de vida com um transplante renal; pessoas podem ter uma nova expectativa de vida com transplante de pulmão, coração, fígado, pâncreas, ossos, pele, [ininteligível], enfim, pâncreas. Nós tivemos grandes avanços! E um dos grandes problemas hoje é falta de órgãos, e aí a necessidade da campanha, chamando atenção para essa questão, incentivando a doação de órgãos que é um ato de amor ao próximo, que quando a gente morre a gente pode ajudar os outros a viver melhor. A doação de órgãos, a morte se compraz em socorrer a vida, doar é legal. Parabéns a todos!