Discurso - Reunião do Consórcio Intermunicipal do Grande ABCD 20132410

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Reunião do Consórcio Intermunicipal do Grande ABCD

Local: São Caetano do Sul - Data:24/10/2013


Governador: Bom dia a todas e a todos eu quero cumprimentar o nosso prefeito anfitrião doutor Paulo Pinheiro, prefeito de São Bernardo do Campo Luis Marinho, presidente do consórcio intermunicipal do grande ABC, o prefeito de Diadema Lauro Michels, de Mauá Donizete Braga, de Santo André Carlos Grana, o Gabriel Maranhão de Rio Grande da Serra, o Saulo Benevides de Ribeirão Pires, a vice-prefeita de São Caetano Lucia Dalmas, o Cidão da Padaria presidente da câmara de São Caetano, os nossos secretários de estado, da casa civil o deputado Edson Aparecido, dos direitos da pessoa com deficiência a professora Lena Mara Rizzo Batistela, de saneamento e recursos hídricos deputado Edson Girigone, da saúde o professor David Uip, de planejamento e desenvolvimento regional o deputado Julio Semeghini, esporte lazer e juventude o doutor José Olimpio Junior, habitação deputado Silvio Torres, transportes metropolitanos Jurandir Fernandes, desenvolvimento social Rogério Haman, gestão pública deputado David Zaia, desenvolvimento metropolitano Edmur Mesquita, nossos deputados estaduais aqui da região, deputada Regina Gonçalves, Alex Mamenti, e Orlando Morando, Luis Paulo Braciani diretor executivo do consórcio intermunicipal do grande ABC, eu quero cumprimentar aqui todos os secretários municipais, diretores de órgãos do estado, dos municípios, representantes de autarquias, de fundações, empresas, lideranças das nossas comunidades, sindicatos, associações, lideranças comunitárias, dizer da grande alegria de voltar aqui ao ABC e neste encontro aqui do consórcio intermunicipal quantas coisas nasceram deste trabalho, alias o ABC é sempre a região da vanguarda, se pegar a grande metrópole de 22 milhões aqui no planalto nós vamos verificar que tudo isto nasceu pela vila de Santo André da borda do campo, depois foi está região a vanguarda da industria em São Paulo, no Brasil, na America Latina, da alta tecnologia, da organização sindical, enfim uma região sempre a frente do seu tempo, e também na área política, a medida que o consorcio é de 1990, por tanto, são 23 anos já, uma bela experiência unindo a região, então os problemas não são só locais eles são metropolitanos e eles são regionais então eu fico muito feliz de voltar aqui ao consórcio para prestar contas, anunciar novos investimentos e recolher aqui as propostas, as necessidades, e neste diálogo vai se buscando ai as melhores soluções unindo esforços do governo federal, do governo do estado, das prefeituras e da sociedade, da sociedade civil, da iniciativa privada para a gente poder avançar mais, nós criamos na área da educação um programa chamado Creche-Escola, embora criança de zero a cinco anos ela seja responsabilidade da prefeitura do município, mas nós resolvemos ajudar, então criamos um programa que a prefeitura entra com o terreno e nós construímos o prédio, equipamos e entregamos pronto, nós temos treze novas creches-escola autorizadas aqui para a região e estamos no ensino fundamental e no ensino médio, no fundamental avançando para as escolas de tempo integral, que o aluno entra as sete da manhã, sai quatro e vinte da tarde e ele tem três refeições na escola, fica todo dia na escola então nós vamos ter aqui na região 12 escolas já de tempo integral nas varias cidades, depois o vence, o aluno do ensino médio, é um desafio hoje no mundo inteiro tornar o ensino médio mais atrativo, o aluno pergunta por que eu preciso estudar filosofia? Por que eu preciso estudar química orgânica? Então como você torna mais atrativo o ensino médio, isso é um desafio mundial então o Vence em um período ele faz o ensino médio e no outro ele faz um curso técnico e nós contratamos a iniciativa privada, então tem muita escola ociosa, escola privada, tem vaga extremamente ociosa, então nós abrimos um edital mais de 200 escolas técnicas participaram e nós contatamos as vagas, então nós temos 6900 vagas no Vence que é o técnico para aluno do ensino médio e vamos para o ano que vem ter mais 7 mil vagas do Vence aqui na região, fora Etec, Fatec, e fora tudo isso, depois eu queria trazer também uma palavra na área da justiça nós assinamos hoje com uma entidade de São Bernardo do Campo a entidade educa da Universidade Metodista o Crave que é o Centro de Apoio as Vitimas, então o Crave trabalha na questão de direitos Humanos e dando apoio as vitimas então assinamos o convênio com a entidade educa da Universidade metodista, e queria deixar Luis Marin aqui uma proposta para o consórcio, nós só temos Procon em São Paulo, nosso fundação Procon e nós podemos fazer uma experiência inovadora de termos a fundação Procon com o Consórcio aqui do grande ABC então trazer para a região aqui o trabalho todo do Procon

Aplausos

Governador: Depois na área do desenvolvimento social nós temos hoje um desafio muito grande que é o problema da dependência química, tive o mês passado em Campinas assinando com Padre Haroldo as primeiras 100 vagas do Programa Recomeço e o Padre Haroldo diz o seguinte ele tem 90 anos ele falou eu trabalho o tempo inteiro com morador de rua e com dependente químico, há cinqüenta anos aqui em Campinas era álcool, álcool, álcool, e álcool, morador de rua e alcoolismo, hoje é crack, crack, crack, crack, é impressionante, tanto é que nós visitamos hoje dois hospitais fomos lá a São Bernardo cedinho lá vai ter uma enfermaria para dependentes químicos, fomos a Diadema no Hospital Serraria também tem leitos para dependentes químicos e eu perguntei lá par o médico, qual é a recuperação, ele falou 18% então você interna no hospital e de cada dez você não recupera dois, ai lá em Campinas eu perguntei para o padre Haroldo, Comunidade Terapêutica pós hospitalar, qual o seu índice de recuperação, ele falou 80% em cada dez, oito são recuperados, porque é diferente apendicite, vai par o hospital operou, tirou a apêndice costurou by, by, dependência química é doença crônica e reincidivante, então não adianta você desintoxicou, vai embora e vai voltar para a doença, ele vai ter recaída ele é reincidivante então é preciso acompanhar, então nós estamos credenciando entidades, não é hospital, não é hospital, são comunidades terapêuticas, ele precisa ter um novo plano de vida, precisa se qualificar, precisa arrumar emprego.

Governador: Precisa fazer todo este trabalho então ele pode ficar até seis meses, pode ser um mês, pode não precisar nenhum dia, pode ficar até seis meses e nós pagamos R$ 45 por dia nas comunidades terapêuticas então nós estamos iniciando com a primeira é dez vagas aqui a entidade é a Prodarf, Associação Prodarf aqui de São Bernardo que já tem em Santo André o desafio jovem mais 30 vagas e o Rogério Haman já está verificando também, então a nossa ideia é ampliar bastante pó que ai a porta de entrada é o Caps é o Centro de Atenção Psico Social, AD álcool e droga, do município ai se puder tratar do, (ilegível), trata, se precisar internar as vagas hospitalares e a comunidade terapêutica para ajudar no recomeço, não é, esse recomeço da vida que é importante, na área de segurança pública, foi, vai ser instalado o gabinete metropolitano de segurança pública, e eu entendo que, se você pegar o livro do Juliani que foi prefeito de Nova Iorque é muito interessante o livro dele e metade do livro é segurança, bombeiro é prefeitura, policia é prefeitura, segurança é natividade no território, é uma ação no território, tem que ser no território é ali que as coisas acontecem, então metade do livro dele é sobre segurança, então o gabinete metropolitano é para trazer os municípios e a região para gente trabalhar juntos então aquele bairro que está com problema que precisa urbanizar, precisa por iluminação pública, passei agora em Diadema Lauro Michels ia mostrando as lâmpadas led, as luminárias novas que está pondo nos bairros, mais distantes, urbanização, aquele bar que é problemático, aquela esquina que tem assaltos você põe câmera de vídeo monitora por câmera de vídeoe, acesso ao infocrim então você sabe na sua cidade aonde é crime, o horário geralmente é fim de tarde começo da noite, horário, local, que tipo de crime, qual a motivação, qual o problema, então eu diria que este gabinete metropolitano vai ajudar muito, problema de roubo de carro tem desmanche que está vendendo peça roubada, tem problema de tráfico de droga, enfim a gente poder atuar em conjunto, então já foi até marcada a data 18 de novembro para ser instalado o gabinete de segurança metropolitana aqui para o ABC, nós estamos fazendo um grande esforço para melhorar a polícia técnico cientifica nós temos perto de 1800 policiais e vamos passar, vamos aumentar 62% a polícia técnico cientifica não tem investigação se não tiver perícia, não tem investigação é a perícia que diz, não tem condenação se não tiver prova material então a qualidade do trabalho ela é muito, (ilegível), sobre o trabalho da perícia, então nós vamos instituto criminalística e instituto médico legal nós vamos fazer um grande investimento, pessoal aumento de 62%, essa semana nós demos, a semana passada posse a 103 peritos criminais lá no Palácio dos Bandeirantes, então e aqui em Mauá lá com Donizete Braga ele já nos cedeu um prédio na parte de cima vai ser SVO, Serviço de Verificação de Óbitos, que vai ser investido R$ 600 mil, no andar inferior o Instituto Médico Legal e um prédio do lado o Instituto de Criminalística, então nós vamos ter todo o trabalho, SVO Verificação de Óbito, Instituto Médico Legal e Instituto de Criminalística, então um esforço grande para recuperar os prédios, fazer prédio novo, modernizar, equipamentos modernos, tecnologia e recursos humanos também nesta área, esses 103 peritos criminais eles entram agora na Cadepol já estão ganhando, já foram nomeados e daqui noventa dias eles vão para o seu local de trabalho, virão oito peritos criminais aqui para a região, mais isso é só o inicio porque nós vamos ter 1600 policiais científicos a mais no estado de São Paulo, 1600 e desde médico legista, peritos, papiloscopistas enfim todo trabalho de apoio, a polícia militar nós vamos ter uma formatura agora em novembro de 2 mil policiais militares, soldados, virão 112 para a região eles só chegarão em fevereiro, por que, porque nós temos a operação verão novembro, dezembro, janeiro e fevereiro vai vários milhões de pessoas para o litoral a gente faz um reforço no litoral, mas eles já estão designados para a região, acabou a operação verão 112 a mais virão aqui para o ABC e em 60 dias nós vamos entregar 89 viaturas zero quilômetro aqui para a polícia militar, depois o desenvolvimento econômico nós temos a Etec na região e nós temos sete, sete municípios e seis Etecs faltava só Rio Grande da Serra então já liberamos o recurso, nós teremos então a sete cidades com as Etecs para Rio Grande da Serra são R$ 7,8 milhões.

Aplausos

Governador: O prédio a própria secretaria da juventude e de esporte está liberando faremos toda a reforma e nós teremos lá cursos de, já começa, as inscrições já estão abertas para Etec, alias é até o dia de hoje a inscrição com a Etec termina hoje, então já terá o curso o ano que vem, 40 vagas de manutenção e suporte de informática, a área de informática, e o prédio ficando pronto nós vamos ter toda a área de construção civil, além de informática, edificações, também a área de meio ambiente e junto com ensino médio, terá também ensino médio é Gabriel lá em Rio Grande da Serra e termos e tivemos aqui em São Bernardo já está pronto o primeiro Via Rápida fixo que nós vamos ter 20 carretas do Via Rápida, o Via Rápida é curso de 45 dias no máximo 60 dias, não tem vestibular, não tem vestibular, qualquer um pode fazer, não tem diploma e são cursos rápidos, um mês e meio, no máximo dois meses, então construção civil, pedreiro, servente, eletricista, azulejista, encanador, costura, costureira, piloteira, bordadeira, toda a área de costura, gastronomia, chapeiro, confeiteiro, pizzaiolo, cozinheiro, cursos de imagem pessoal, maquiagem, cabeleireiro, manicure, pedicure, enfim são dezenas de cursos e se a pessoas estiver desempregada ela ganha R$ 250 para comprar um lanche, pagar o transporte e se ela tiver

Aplausos Região Metropolitana de São Paulo