Discurso - Visita às áreas afetadas pelas chuvas e à Santa Casa de Lins 20131201

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Visita às áreas afetadas pelas chuvas e à Santa Casa de Lins

Local: Lins - Data: 12/01/2013


MESTRE DE CERIMÔNIAS: [...] Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Bom dia. Uma alegria nos encontrarmos aqui neste sábado de manhã. Cumprimentar o nosso prefeito anfitrião, o Edgar; cumprimentar o vice-prefeito, o Rogério; o presidente da Câmara, o vereador Marino, saudando aqui todos os vereadores, vereadoras; deputado Itamar Borges; professor Giovanni Cerri, secretário de estado da Saúde; coronel Airton Martinez, secretário-chefe da Casa Militar, coordenador da Defesa Civil; prefeito de Guararapes, o Dedê; de Garça, o Faneco; de Uru, Benedito Ribeiro; de Pongaí, a Marlene; de Presidente Alves, o Valdeir; Guaiçara, o Clóvis; Coronel Leonardo, o Cardoso; nosso comandante do Batalhão; o Dr. Carlos Alberto Gomes da Rocha Silva, delegado seccional de Lins em exercício; superintendente da SABESP, Antonio da Grella Filho; professora Miyoko, dirigente regional de ensino; Antonio Aparecido Pereira, aqui do aeroporto, nosso administrador; amigas, amigos, lideranças. Primeiro, cumprimentar aqui o Edgar e trazer uma palavra aqui a todos os prefeitos, prefeitas, vice-prefeitos, vereadores: contem conosco. Vamos trabalhar juntos, aí, em benefício da população. O Brasil é uma federação, República Federativa do Brasil e, na federação, município, estado e governo federal não é para um ficar competindo com o outro, mas é para a gente somar esforços no sentido de poder, somando esforços, fazer mais, fazer melhor, fazer mais rápido, para melhorar a vida da população. A gente sabe que nesse período de verão tem problema, já fui prefeito, lá em Pinda tinha um amigo que dizia, Itamar, você também que é ex-prefeito, ele dizia: “A pior oposição ao prefeito é a chuva e o melhor engenheiro é o sol.” A chuvarada dá trabalho, mas é necessária para a agricultura; água é vida, cabe à gente ir arrumando, aí, os problemas nesse período. Então, nós estamos liberando R$ 1 milhão, você coloca aí os seus recursos, administra bem, que dá para recuperar aí as pontes, galerias, casas, enfim, os estragos materiais. Graças a Deus não houve nenhum óbito. Ah, teve no final do ano. E vamos recuperar a cidade e atender as famílias que houver necessidade. A outra, nós vamos fazer uma visita à Santa Casa, além de ver as obras, ver os problemas, vamos fazer uma visita à Santa Casa. Nós fizemos um... Assumimos aqui a Santa Casa, através da organização do Frei Francisco, investimos o ano passado quase R$ 5 milhões, isso é todo ano, só para custeio e também serve de retaguarda para os municípios aqui do entorno, os municípios da microrregião. E também estamos investindo no pronto-socorro, equipamentos, enfim, dando uma boa recuperada na Santa Casa aqui de Lins. Em Bauru, nós temos o hospital estadual, que é um dos maiores do estado, com 350 leitos, temos o Hospital Lauro de Souza Lima, temos o hospital… a Maternidade Santa Isabel que nós assumimos também, porque faliu, tem o Hospital de Base que nós assumimos também, tudo agora em seis meses, que também quebrou. Tem o Centrinho, que foi duplicado e tem o Hospital Manoel de Abreu, onde nós vamos criar 110 leitos para dependente de álcool e droga, fazendo a referência para a região na área de álcool e droga, de dependentes químicos, e temos também o AME. Em Promissão, o hospital estadual, o AME também, temos também o Clemente Ferreira e daqui estamos indo para Marília, onde vamos investir no Hospital das Clínicas de Marília R$ 59,2 milhões no HC, no Hospital de Clínicas, ampliando leitos, fazendo a Casa Mata, reformando o prédio que tem mais de 60 anos, acesso, lavanderia, clínicas, centro cirúrgico, emergência, enfim, um investimento importante. Aliás, nós vamos recuperar todos os hospitais universitários do estado, vai ser quase meio bilhão de reais. Governar é escolher. Dinheiro nunca dá para tudo, é que nem a casa da gente. A gente vai ali meio no o que é que mais importante, mais urgente. Então a saúde é, hoje, a principal necessidade da população. Então a gente tem que fazer um sacrifício aí para ajudar. Estava lendo essa semana um livro do Dráuzio Varella que é oncologista, Giovanni, e a gente só dá valor para a saúde quando perde, não é? Enquanto está com saúde não dá a menor bola, não é? Mas ele dizendo que uma pessoa muito rica em São Paulo, já com câncer em fase terminal, estava em casa, aquela verdadeira semi-UTI em casa, um sujeito muito rico, uma mansão, o quarto era muito grande, tinha um degrau assim, aquele quarto grande, e aí um rapaz, era office-boy, foi lá, ele deu lá umas coisas para ele mandar pagar, não sei o quê. Aí o menino saiu, o office-boy, deu um pulo rápido naquele degrauzinho ali, foi embora, aí ele falou para o Drauzio Varella, falou: “Dr. Drauzio, eu daria toda minha fortuna para dar esse pulinho tão rápido e ágil que o rapaz deu”, que o menino deu. Então, vamos caprichar na questão da saúde aqui para a região. Então, a gente vai fazer uma visita à Santa Casa, mas quero trazer um abraço ao Edgar, que vai ser um grande prefeito, a gente sente. Médico tem olho clínico, viu? A gente sente, espírito público, essa vontade de servir as pessoas, servir a população. Cumprimentar aqui toda a Câmara de Vereadores; o vice-prefeito; deputado Itamar, grande parceiro nosso na Assembleia Legislativa de São Paulo; professor Giovanni Cerri, nosso secretário de saúde; coronel Airton, da Defesa Civil, chefe da CasaMmilitar. E trazer um abração aqui para todos vocês. Quero dizer da alegria de vir a Lins e vir num momento de dificuldade. Tem um livro do ex-prefeito de Nova Iorque, o Giuliani, que ele fala o seguinte: “Olha, se você não puder ir na festa, não vá. Se você não puder ir no aniversário, não vá. Se não puder ir no casamento, não vá. Mas, na hora da doença ou da dificuldade, seja solidário, esteja presente.” E São Paulo é forte porque os nossos municípios são fortes. Vamos trabalhar juntos em benefício da população. Grande abraço!