Linha 7 - Rubi

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar
Atualizado em: 13 de novembro de 2014
SETE.jpg
Características Com extensão total 60,5 km (Luz/Francisco Morato 39 km – Francisco Morato/Jundiaí 21,5 km) o trajeto é feito em duas "pernas", com transferência livre em Francisco Morato. São 18 estações (Luz, Palmeiras-Barra Funda, Água Branca, Lapa, Piqueri, Pirituba, Vila Clarice, Jaraguá, Vila Aurora, Perus, Caieiras, Franco da Rocha, Baltazar Fidélis, Francisco Morato, Botujuru, Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista e Jundiaí).
Usuários média de 468 mil passageiros por dia.
Intervalo entre os trens 6 minutos nos picos manhã (5h às 9h) e 6 minutos no pico tarde (16h às 20h)
Investimento
  • Investimento realizado em 2011: R$ 73,3 milhões
  • Investimento realizado em 2012: R$ 93,3 milhões
  • Investimento realizado em 2013: R$ 100,4 milhões
  • Investimento previsto em 2014: R$ 74,8 milhões
Plano de Mobilidade Urbana No dia 25 de outubro de 2013, os governos do Estado e Federal firmaram o Plano de Mobilidade Urbana. Serão investidos 5,4 bilhões na construção de trilhos e estações metroferroviárias. Para a CPTM foram contempladas obras da Linha 13 - Jade (R$ 250 milhões), a extensão da Linha 9 - Esmeralda até varginha (R$ 500 milhões) e modernização de 18 estações da CPTM, além da construção da estação de União de Vila Nova, na Linha 12 - Safira (R$ 590 milhões)
Modernização das 18 estações Linha 7 - Rubi (Botujuru, Caieiras, Baltazar Fidélis, Campo Limpo Paulista, Pirituba, Perus e Várzea Paulista), na Linha 10 - Turquesa (Guapituba, Ribeirão Pires, Ipiranga, Utinga, Prefeito Saladino e Rio Grande da Serra), na Linha 11-Coral (Antonio Gianetti Neto, Estudantes e Mogi das Cruzes) e na Linha 12 - Safira (Itaquaquecetuba e Engenheiro Manoel Feio).
Suprimento de energia A licitação para expansão e recapacitação das subestações de energia das 6 linhas da CPTM foi concluída, e está dividida em três lotes.O Consórcio Linhas Leste, composto pelas empresas Siemens e MPE – Montagens e Projetos Especiais, venceu o certame e executará o trabalho nas linhas 11-Coral e 12-Safira
  • Lote 3, no valor de R$ 117 milhões, abrange as linhas 7-Rubi e 10-Turquesa.Prazo de conclusão: três anos, a contar da data da emissão da Ordem de Serviço (OS), em 02 de agosto de 2012. As obras permitirão aumentar a capacidade de energia de 183MW para 261MW.
Obras Concluídas

Nova passarela: em 2012, a linha ganhou uma nova passarela, entregue em 17/02/2012. Localizada no Km 33 da Linha 7, nas proximidades da estação Franco da Rocha, a passarela liga a av. 7 de Setembro, altura do número 400, ao futuro Parque Linear Municipal. Dispõe de 6 rampas de acessibilidade.Investimento: R$ 1,4 milhão. Convênio: a prefeitura de Franco da Rocha fará a manutenção e conservação da passarela.

Estação Villa Aurora: Inaugurada no dia 09/08/2013. Investimento: R$ 40,3 milhões. Em 2009, o consórcio vencedor da licitação começou as obras, porém, por conta de não cumprimento de prazos, a CPTM rescindiu o contrato, assinando com o segundo colocado da licitação, conforme prevê a Lei Federal 8.666/93, que estabelece normas gerais sobre licitações, contratos administrativos pertinentes a obras e serviços públicos. Razão pela qual o cronograma de entrega da estação passou por alteração.

Nova Estação Franco da Rocha: no dia 10 de maio de 2014, foi entregue a nova estação Franco da Rocha. Investimento total de R$ 85 milhões. Totalmente acessível, com elevadores, piso com rotas podotáteis, rampas, banheiros públicos comuns e acessíveis, comunicação em braile, visual e sonora, banco na plataforma para obeso. As obras começaram no dia 14 de março de 2013 e terminaram no dia 18 de abril de 2014.

OBS: Antiga Estação Franco da Rocha: a antiga Estação Franco da Rocha foi tombada pelo Condephaat -Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo, no dia 17 de julho de 2010. A CPTM estuda a futura função desse prédio.

Viaduto Caieiras: as alças de acessos e obras do entorno foram entregues no dia 13/06/2014, com presença do secretário Jurandir. No ano passado, em 15/07/13, o viaduto tinha sido liberado para o tráfego de veículos, para transposição de faixa ferroviária da Linha 7 com Rodovia Tancredo Neves. Com isso, essa obra está concluída.

Cartão BOM Todas as estações da Linha 7 - Rubi estão integradas com o Cartão BOM
Obras em andamento Francisco Morato: reconstrução – em razão de uma decisão liminar da Justiça, a obra de reconstrução da Estação Francisco Morato está paralisada. A empresa Heleno & Fonseca, vencedora da licitação (assinado em 25/03/2013) discute necessidade de alteração no projeto. A CPTM contratou o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) para confirmar a viabilidade do projeto, visando reverter a decisão judicial e retomar a obra.

Jaraguá: reconstrução – os serviços de terraplanagem e de drenagem foram iniciados em setembro de 2014. Com a conclusão destes trabalhos, começarão às obras de fundação. Devido à necessidade de revisão do projeto, o cronograma da entrega da estação foi readequado para o segundo semestre de 2015.

Obras em planejamento Licitação para contratação de obras de reconstrução das estações:
  • Caieiras e Baltazar Fidelis: licitação já realizada e com resultado publicado em agosto/14 - vencedor: Hersa Engenharia e Serviços LTDA. Assinatura de contrato e ordem de Serviço não efetivados, aguardando liberação de recursos do PAC da Mobilidade.
  • Botujuru – previsão início de obras 1º semestre/15
  • Campo Limpo Paulista – previsão início de obras 1º semestre/15
  • Pirituba – previsão início de obras 1º semestre/15
  • Perus – previsão início de obras 1º semestre/15
  • Várzea Paulista – previsão início de obras 1º semestre/15
  • Obs: Lembrando que todos os prazos das estações acima estão condicionados à liberação de recursos orçamentários do Governo Federal, oriundos do PAC da Mobilidade.
  • Vila Clarice – contrato para projetos básico e executivo assinado. Previsão início de obras Dez/15
  • Jundiaí: está em elaboração o projeto para restauração da estação, que é tombada. A proposta para restauro do edifício da Estação Jundiaí mantém as características originais, já, as novas intervenções necessárias à modernização e readequação dos espaços seguem as características de uma arquitetura moderna. O término do projeto está previsto para dezembro de 2014 e a previsão é iniciar a obra no 2º semestre de 2015. O valor do investimento é de aproximadamente R$ 35 milhões, porém, será confirmado com a conclusão do projeto.
  • Estações Lapa e Água Branca: os projetos básicos e executivos visando a unificação das estações Lapa, que hoje atendem separadamente as linhas 7-Rubi e 8-Diamante, e reconstrução da estação Água Branca estão em desenvolvimento (contrato assinado em março/24).
  • Unificação da estação Lapa: a estação será totalmente acessível e todas as condições urbanísticas do entorno serão melhoradas. A estimativa para investimento na obra da nova estação unificada é de cerca de R$ 150 milhões. O novo edifício será dimensionado para um movimento estimado em 120 mil pessoas/dia. A unificação da estação Lapa promoverá a integração das linhas 7-Rubi, 8-Diamante, impactando diretamente no conforto e melhoria da acessibilidade ao sistema, ao permitir que os usuários das regiões de Francisco Morato, Franco da Rocha, Caieiras, Perus, Jaraguá e Pirituba se transfiram para a Linha 8 - Diamante. Hoje, esses passageiros tem que ser deslocar até a Barra Funda para fazer a transferência, o que torna a viagem 8 km mais distante.
Novos Trens para a CPTM Desde 2006, a CPTM comprou 105 trens; já foram entregues 104, sendo 38 pela gestão anterior (2007/2010) e 66 pelo governador Alckmin em 2011/2014.
Aquisição de Novos Trens Para reforçar a frota e chegar aos 132 trens previstos, o Governo de São Paulo autorizou, em 03 de agosto de 2012, iniciar a concorrência nacional para aquisição de 65 trens. Inicialmente estavam previstos 55, mas foi realizada uma audiência pública complementar em 14 de maio de 2012 (a primeira foi realizada em novembro de 2011), para a aquisição de 65 trens com 8 carros cada um (dez a mais do que o previsto inicialmente).

Sessão Pública: a Sessão Pública para a abertura do envelope “B” (documentos para habilitação) aconteceu no dia 20/06/2013. No dia 1º de agosto de 2013, foi assinado o contrato com a CAF, no lote de 35 trens e a no dia 09 de agosto assinou com a Huyndai / Iesa, no lote de 30 trens. Prazos: Os vencedores terão o prazo de 18 meses, a contar da data da ordem de serviço, para entregar o primeiro trem e 36 meses para o último. Propostas vencedoras:

  • Lote 1 (30 trens) ganho pelo consórcio Huyndai / Iesa. Valor Orçado: R$ 904.417.199,28. Valor Ofertado: R$ 1.193.096.999,03 – Consorcio CAF / ALSTON
  • Lote 2 (35 trens) ganho pela CAF. Valor Orçado: R$ 1.047.975.484,88.Valor Ofertado: R$ 1.011.478.243,33 – CAF Brasil
Características dos 65 trens As novas composições têm 170 metros de comprimento, estão equipadas com sistema de monitoramento por meio de câmeras instaladas no interior e na parte externa, ar condicionado e design interno diferenciado, com salões contínuos de passageiros (passagem livre entre os carros). Além disso, são acessíveis para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e dotados de dispositivos para orientar usuários com deficiências auditiva (mapa dinâmico) e visual (áudio). Há também espaço reservado para cadeirantes.

Fonte: Coordenadora Assessoria de Imprensa, Márcia Borges


Últimos investimentos

02/09/16 - GA entregou um novo trem para a Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato-Jundiaí), equipado com alta tecnologia. O modelo tem vagão contínuo e faz parte do lote de trens encomendados pelo Governo do Estado para a modernização da frota. A previsão é que mais duas composições entrem em operação nesta linha até o fim do mês.

22/09/16 - GA entregou mais dois novoas trens para a Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato-Jundiaí). O governador também participou de um exercício de simulação em equipamento utilizado para treinamento de maquinistas, na estação Luz

18/11/16 - GA entregou mais dois novos trens para a Linha 7-Rubi (Luz-Francisco Morato-Jundiaí). O governador também participou da comemoração dos dez anos do Centro de Controle Operacional (CCO), próximo à Estação Brás na Capital.

30/12/2016 - Linha 7-Rubi da CPTM ganha novo trem. Este é o oitavo trem do lote de 65 adquiridos pela CPTM e o sexto entregue para a linha

Ver também

Links externos