Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra - SP-360

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar
Atualizado em: 25 de junho de 2014

VDM:

  • Km 77,100: 7.256 no sentido Norte e 7.308 no sentido Sul
  • Km 61,9 ao 67,0: 17.030 no sentido Norte e 14.564 no sentido Sul


Obras na Rodovia Engenheiro Constâncio Cintra (SP-360)

Atualizado em: 25 de junho de 2014

Obras previstas

Projeto 1: recapeamento da pista, acostamentos e implantação de faixas adicionais do km 135 ao km 178,472. Implantação de dispositivos, nos km 137,8 (acesso a Monte Alegre do Sul), km 147 (acesso ao Bairro da Posses), km 149,1 (acesso a Vertentes), km 160,0 (acesso a Ramalhada), km 162,9 (acesso ao Hospital e Bairros), km 167,8 (acesso a Barreiros) e km 178,4 (acesso ao Oscar Inn Resort), além de obras de contenção. Trecho: Amparo, Serra Negra, Lindóia e Águas de Lindóia. Investimento: R$ 80,3 milhões, financiamento CAF. VDM: 5.384. Status: projeto concluído. Licitação da obra: até o final de outubro de 2012. Previsão de início: janeiro de 2013. Término: julho de 2014.

Projeto 2: Implantação de marginais nas duas laterais km 62 ao km 65. Previsão de início: maio de 2014. Previsão de término: maio de 2015. Investimento: R$ 27,6 milhões. Histórico: prefeitura não aceitou o projeto apresentado pela concessionária. Projeto segue em discussão.

Projeto 3: Duplicação da pista, do km 122,9 ao km 127,7. Investimento estimado: R$ 20 milhões. Status: Projeto em fase de elaboração, com conclusão prevista para maio de 2014. Dado interno: Sem definição de financiamento para a obra.

Projeto 4: Ampliação da ponte existente no km 164. Investimento estimado: R$ 5 milhões. Status: Projeto em elaboração, com conclusão prevista para setembro de 2014.

Projeto 5: Complementação das obras de adequação do projeto para manter o portal natural, recapeamento de acesso ao centro da cidade e implantação de rotatória no km 101,3. Investimento: R$ 2 milhões. Status: Projeto concluído. Previsão de licitação da obra: Até o final de maio de 2014. Previsão de início da obra: Setembro de 2014. Previsão de conclusão da obra: Julho de 2015.

Desapropriações (Trecho da Artesp):

O decreto foi publicado em 03 de setembro de 2010. Está em análise na Artesp pedido de decreto para áreas complementares. Publicação prevista para novembro de 2012.

Obra em andamento

Projeto 1: Implantação de marginais nas duas laterais do km 77,4 ao 81. Investimento: R$ 23,3 milhões. Trecho: tatiba (Artesp) Início: agosto de 2013. Previsão de término: julho de 2014.

Projeto 2: Recapeamento da pista, pavimentação dos acostamentos e melhorias do km 134,52 ao km 178,45. Trecho: Amparo, Serra Negra, Lindóia e Águas de Lindóia (DER) Investimento: R$ 100 milhões. Início: Abril de 2013. Previsão de término: Outubro de 2014.

Projeto 3: Recapeamento da pista, pavimentação dos acostamentos e implantação de faixas adicionais no trecho entre o entroncamento com a rodovia SP-065 e o entroncamento com a rodovia SP-095, do km 90,24 ao km 122,9. Trecho: Itatiba, Morungaba e Amparo. Investimento: R$ 79,3 milhões. Extensão: 16,16 km. Início: agosto de 2013. Previsão de término: agosto de 2014.

O DER administra o trecho a partir de Itatiba, altura do km 81, até Águas de Lindóia. O trecho de duplicação está a cargo da Artesp.[

Projeto 4: Trecho Jundiaí: Passarela sobre pista dupla no km 62,4. Valor: R$ 1,5 milhão. Início: maio/2014. Término: dezembro/2014

Projeto 5: Trecho Jundiaí/Itatiba: duplicação do km 66,5 ao km 81,7 e implantação de dispositivo de entroncamento com a via perimetral, que inclui 2 viadutos no km 81,3. Valor: R$ 101,6 milhões. Início: agosto/2010 Término: setembro/2014

Projeto 6: recapeamento - km 61,9 ao 74,410. Início: 03 de abril de 2012. Término previsto: 31 de março de 2013. Status: 0,160 %. Investimento: R$ 5,3 milhões.

Projeto 7: duplicação do trecho Jundiaí - Itatiba do km 74,410 ao 81,7. Início: 30 de agosto de 2010. Término previsto: 23 de julho de 2013. Status: 2,580 % (parado – DUP + LI). Investimento: R$ 41,1 milhões.

Obs.: a licença de instalação foi solicitada em 30 de maio de 2011. Entretanto, está faltando o DUP.

Projeto 8: obras e serviços de erosão no km 122,6 e km 141,2. Trecho: Amparo e Lindóia. Investimento: R$ 329 mil. Início: setembro de 2012. Término: outubro de 2012.

Obras concluídas

Projeto 1: duplicação entre km 81,550 e km 83,350. Inicio: 20 de setembro de 2010. Término: 26 de julho de 2012. Investimento: R$ 26,2 milhões.

Projeto 2: Dispositivo de entroncamento km 81,3. Trecho: Itatiba. Início: março de 2011. Previsão de término: 21/junho/2014. Investimento: R$ 10,3 milhões.

Projeto 3: Duplicação km 74,41 ao 81,7. Trecho: Jundiaí, Itatiba. Início: agosto de 2010. Previsão de término: junho de 2014. Investimento: R$ 43,7 milhões.

Trevão de Jundiaí

Segundo Karla Bertocco, a primeira obra que será feita será o viaduto da rodoviária. Agora em julho será protocolado o licenciamento ambiental e a expectativa é que as obras na faixa de domínio possam começar em setembro de 2014. Investimento: R$ 87 milhões.

Detalhe das obras:

Km 57 – Acesso a Rodoviária / Av. 9 de Julho: duas alças / viadutos de acesso a Av. 9 de Julho / Rodoviária. Uma das alças irá atender os ônibus da rodoviária e demais veículos no acesso a Anhanguera sentido capital. A outra será utilizada para os ônibus e demais veículos que vêm de Campinas, Louveira e Vinhedo pela Anhanguera para entrarem na Rodoviária e na cidade pela 9 de julho. Hoje esses dois movimentos são feitos somente pelo Trevo de Jundiaí, congestionando o dispositivo e causando trânsito no viário urbano. Km 60 – Viaduto das Valquirias / Viaduto de transposição da Anhanguera : será implantado um viaduto de transposição da Anhanguera (alça de acesso) partindo da Av. Osmundo Pelegrini. Essa alça fará a ligação entre bairros reduzindo o trânsito da Av. Jundiaí e do Trevo de Jundiaí. Prefeitura faz obras na via municipal que irá receber o tráfego da nova alça.

Ver também

Links externos

Ver também

Links externos