Sistema Paulista de Parques Tecnológicos

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar
Atualizado em: 07 de maio de 2018

Quando foi lançado: 2003

O que é: são empreendimentos para a promoção de ciência, tecnologia e inovação. São espaços que oferecem oportunidade para as empresas do Estado transformarem pesquisa em produto, aproximando os centros de conhecimento (universidades, centros de pesquisas e escolas) do setor produtivo (empresas em geral).

Como funciona: para fazer parte do SPTC, a prefeitura municipal ou a entidade gestora do parque tecnológico deve encaminhar um ofício à Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo solicitando sua inclusão no Sistema Paulista de Parques Tecnológicos. Após a aprovação dos documentos, o credenciamento será efetuado por meio de uma resolução da Secretaria de Desenvolvimento, válida por dois anos.

Credenciamento: para obter o credenciamento provisório, o interessado (prefeitura ou entidade gestora) deve comprovar a propriedade de uma área medindo no mínimo 200 mil m², enviar documento manifestando apoio à implantação do parque subscrito por empresas locais, bem como centros de pesquisa e instituições de ensino e pesquisa, além do projeto básico do empreendimento, contendo o esboço do projeto urbanístico e estudos prévios de viabilidade econômica, financeira e técnico-científica.

Implantação de parques tecnológicos: no Estado de São Paulo existem 20 iniciativas para implantação de parques tecnológicos.


Resumo por Ano (Recursos SPTec)
Ano Investimento (R$)
2004
5.140.802,00
2005
2.201.568,57
2006
1.575.866,43
2007
6.483.955,20
2008
14.303.927,07
2009
3.075.056,51
2010
20.114.729,07
2011
22.481.414,85
2012
27.250.515,99
2013
8.500.000,00
Total
111.054.310,69
Resumo por unidades (Recursos SPTec)
Unidade Investimento (R$) até 2012 Demandas de 2013

Total

Parque de Campinas
7.249.896,76
3.477.954,95
10.727.851,71
Cietec - Cidade Universitária de São Paulo
3.580.492,00
3.580.492,00
Parque do Jaguaré - Edital
16.277.689,34
16.277.689,34
Parque de São Carlos – ParqTec
2.347.799,20
1.250.000,00
3.597.799,20
Parque de São José dos Campos
13.548.699,75
13.548.699,75
Parque de Sorocaba
12.796.168,52
12.796.168,52
Parque de Piracicaba
7.558.227,92
7.558.227,92
Parque de Botucatu
9.081.096,51
2.988.240,00
12.069.336,51
Parque de Santos
2.602.011,96
8.407.950,13
11.009.962,09
Parque de Ribeirão Preto - USP
6.593.961,11
6.593.961,11
Parque da USP-Zona Leste
663.552,00
663.552,00
Parque Agrotec. de Barretos
5.679.195,62
863.167,15
6.542.362,77
Parque de Ilha Solteira
198.960,00
297.480,00
496.440,00
Parque de S.Paulo ZL- PMSP
300.000,00
300.000,00
Parque de Araçatuba
377.700,00
377.700,00
Parque de Santo André
330.000,00
330.000,00
*Parque Jaguaré - Fundap 1
956.800,00
956.800,00
Parque Jaguaré - Fundap 2
990.000,00
990.000,00
Parque CPqD
-
6.431.011,20
6.431.011,20
Parque de S.J. do Rio Preto
7.200.000,00
7.200.000,00
Centro de Inovação de Votuporanga
160.000,00
160.000,00
Centro de Inovação de Atibaia
0,00
160.000,00
160.000,00
Incubadora de Pirassununga
-
660.000,00
660.000,000
Fundação Fórum de Campinas
-
394.296,60
394.296,60
SPTec
4.062.060,00
4.062.060,00
Total
102.554.310,69
24.930.100,03
127.484.410,72

Parque Tecnológico de Campinas (UNICAMP)

Início: 04/04/2011. Término: 16/6/2013. Status: obras encerradas. Investimento: R$ 7,2 milhões – Aguardando agenda com o Governador para inauguração.

Parque Tecnológico de Botucatu

Início: 25/11/2010. Término: 19/9/2014. Status: obras encerradas. Investimento: R$ 9 milhões – Aguardando agenda com o Governador para inauguração.

Parque Tecnológico de Piracicaba

Inaugurado:21/08/2012. Status: credenciado e em operação. Obras realizadas: construção de um prédio de 4 mil m², que vai abrigar uma incubadora de empresas e laboratórios no Parque Tecnológico de Piracicaba. Investimento: R$ 7,6 milhões

Parque Tecnológico de São José dos Campos

Status: Credenciado e em Operação. Obras do Centro Empresarial II encerradas. Investimento: R$ 13,5 milhões - Aguardando agenda com o Governador para inauguração do Centro Empresarial II.

Parque Tecnológico de Sorocaba

Inaugurado: 04/06/2012. Status: credenciado e em operação. Obras realizadas: Obra em dois pavimentos com arquitetura arrojada, com viés de sustentabilidade e em operação. Investimento: R$ 12,8 milhões

Parque Tecnológico de Ribeirão Preto

Inaugurado: 26/03/2014. Status: Construídos os prédios que recebem a incubadora de empresas e estão previstas as instalações da Supera Aceleradora e do núcleo administrativo, além da urbanização dos lotes para a instalação de empresas. Início: 25/06/2012. Término: 25/07/2014. Investimento: R$ 6,6 milhões.

Parque Tecnológico de São Carlos

Status: em operação. Prédio de dois andares, com 2.485 m², divididos em 33 salas. Investimento: R$ 2,3 milhões

Parque Tecnológico de São José do Rio Preto

Status: Obras - 20% de execução. Obras a realizar: Construção da Sede Administrativa, Incubadora e Centro Empresarial. Investimento: R$ 7,2 milhões.

Parque Tecnológico de Barretos

Status: Tramitando documentação para licitação das obras. Obras a realizar: Construção da 1ª Fase do Parque Tecnológico de Barretos, para abrigar o Centro Tecnológico. Investimento: R$ 6,5 milhões, sendo que R$ 1 milhão já foram repassados.

Parque Tecnológico de Santos

Status: Obras iniciadas em Agosto de 2014 - 5% de execução. Obras a realizar: Elaboração do Projeto Executivo e Construção de Núcleo do Parque Tecnológico de Santos. Investimento: R$ 11,0 milhões, sendo que R$ 2,6 milhões já foram repassados.

Parque Tecnológico São Paulo - Jaguaré

Status:em 02 de julho de 2014, foi entregue a primeira etapa do Parque Tecnológico Jaguaré, com 88 mil m². Além disso, foi assinada a autorização para que o Parque Tecnológico do Estado de São Paulo seja administrado diretamente pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI), por meio de sua Subsecretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação. Na cerimônia, realizada no núcleo do parque, também foi assinado um protocolo de intenções com o Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia (Cietec), que prevê a instalação de uma aceleradora de empresas. Investimento: mais de R$ 18 milhões em recursos para obras e equipamentos e outros R$ 5,4 milhões são investidos no entorno do parque (jardinagem, paisagismo e estacionamento). Obras: As adequações estão em fase de finalização.

Links externos

Ver também

Links externos