Trem Regional São Paulo - Sorocaba

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Trem Regional São Paulo - Sorocaba - Em Projeto

Atualizado em: 16 de abril de 2014
Características A linha expressa, com cerca de 90 quilômetros, que ligará São Paulo a Sorocaba, em cerca de 50 minutos. A linha passará por áreas dos municípios de Sorocaba, Alumínio, Mairinque, São Roque, Barueri, Carapicuíba, Osasco e São Paulo.
Estações: previsão de 4 Estações - Água Branca [São Paulo], São Roque, Brigadeiro Tobias [Sorocaba] e Sorocaba
Serviço Inicialmente estima-se a prestação do serviço com 8 trens, em intervalos médios de 15 minutos. Cada trem deverá levar de 30 a 900 passageiros (dependendo da quantidade de carros), todos sentados. Velocidade máxima de até 180 km/h. Prevê-se a possibilidade de implantação de 2 serviços, compartilhando a mesma infraestrutura:
  • Viagem direta: Água Branca – Sorocaba
  • Viagem paradora: Água Branca – com paradas em São Roque e Brigadeiro Tobias – Sorocaba.
Tempos de viagem Direta, de Sorocaba a São Paulo, cerca de 50 minutos. Com previsão de parada em Brigadeiro Tobias e São Roque: 60 minutos. O tempo previsto de São Roque a São Paulo é de 30 minutos.
Tarifa: a tarifa deverá ser inferior ao custo de uma viagem de carro de Sorocaba a São Paulo e competitiva com o valor da passagem de ônibus.
Investimento estimado R$ 5,6 bilhões.
Benefícios sócio econômicos e ambientais Estima-se um ganho de R$ 4,4 bilhões em 10 anos, originados pelos benefícios sócio-ambientais, a exemplo de: redução da emissão de CO2,descongestionamento das rodovias e a consequente redução de acidentes automobilísticos.
Consórcio Planservi-Oficina Em maio de 2011, a CPTM assinou contrato com o Consórcio Planservi-Oficina, que venceu a licitação, para desenvolvimento do projeto funcional. O estudo avaliou o traçado da nova linha que prevê trechos parciais na faixa de domínio da antiga linha Sorocabana/Fepasa, principalmente no acesso às cidades.
Projeto funcional A previsão inicial era concluir o projeto funcional em junho de 2012. No entanto, esse prazo foi prorrogado para o mês de setembro de 2012. O projeto foi concluído e apresentado à equipe técnica da CPTM, que após analisá-lo solicitou complementações que foram feitas pela contratada. Em 19 de dezembro de 2012, a CPTM apresentou à prefeitura de Sorocaba e a sociedade local o projeto funcional.
Status O projeto básico e executivo está em estudo pela MIP.
Audiência pública No dia 12 de julho de 2013, técnicos da CPTM apresentaram ao mercado, em audiências públicas em São Paulo e em Sorocaba, as conclusões do projeto funcional visando à implantação do Trem Regional São Paulo-Sorocaba. Na ocasião, prestaram esclarecimentos sobre os serviços técnicos de engenharia e meio ambiente para a elaboração de projetos Básicos e Executivos aos interessados em participar da licitação.
Observação A diretriz do governo é para que, enquanto não se concretiza a PPP, a CPTM continue desenvolvendo os estudos necessários à implantação dos trens regionais. Assim que for firmada uma Parceria Público Privada com o Governo do Estado, os estudos já realizados pela CPTM serão agregados ao projeto em desenvolvimento pela iniciativa privada.
Trens Regionais: A implantação do serviço de trens regionais ligando a capital paulista e os municípios de Jundiaí, Santos e Sorocaba têm o objetivo de resgatar as ligações ferroviárias com novos padrões de desempenho e qualidade. Para implantação desses serviços ferroviários, já foram contratadas empresas para desenvolverem os projetos funcionais.

Fonte: Coordenadora Assessoria de Imprensa, Márcia Borges


Ver também

Links externos