Coletiva - Abertura de seminário do Instituto de Relações Internacionais e Comércio Exterior 20160504

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Coletiva - Abertura de seminário do Instituto de Relações Internacionais e Comércio Exterior

Local: [[]] - Data:Abril 05/04/2016

REPÓRTER: Qual que é a sua opinião sobre isso, é uma saída?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Olha, não existe impeachment da chapa, não é? Existe impeachment do cargo da presidência, que pode ao Tribunal Superior Eleitoral anular a eleição. Agora, o impeachment não é da chapa. O impeachment é do titular. E o vice é expectativa de mandato. Se você faz um impeachment do titular, o vice assume. A outra é um processo que está andando em paralelo, o Tribunal Superior Eleitoral tem que zelar pela lisura do processo eleitoral. Verificar que o processo eleitoral não teve lisura, anula, e aí marca nova eleição. Mas não tem como fazer impeachment dos dois. Entendeu?

REPÓRTER: Certo.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Então, uma hipótese é o impeachment, que é o que está andando, e é o mais rápido. A outra é aguardar o pronunciamento do Tribunal Superior Eleitoral.

REPÓRTER: Agora, sobre a criação desse instituto, desse novo [ininteligível], qual que é a importância disso para a política internacional brasileira?

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Fundamental. Fundamental, porque é vida ou morte, o comércio exterior. É emprego direto. Então, os países que crescem no mundo, se for verificar todos, comércio exterior que é exportação e importação, então, o Brasil ficou para trás nos acordos comerciais, muito amarrado pelo Mercosul, por ser uma união aduaneira; e, de outro lado também, em razão até do custo Brasil, perdeu competitividade. Agora, com a mudança do câmbio, abre uma possibilidade de avançar mais, mas não precisa ter reformas estruturais para reduzir custo no Brasil.

REPÓRTER: Obrigada. Categoria 05 de abril de 2016 [[]]