Coletiva - Assinatura de Autorizo para início das obras de recuperação de estradas nos Quilombos no Vale do Ribeira e de Convênio para a Execução de Projeto Inserção do Mel de Agricultores Familiares do Vale do Ribeira - 20121709

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva na Assinatura de Autorizo para início das obras de recuperação de estradas nos Quilombos no Vale do Ribeira e de Convênio para a Execução de Projeto Inserção do Mel de Agricultores Familiares do Vale do Ribeira

Local: Capital - Data: 17/09/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Hoje nós assinamos dois convênios muito importantes entre o Governo de São Paulo e as comunidades quilombolas do Vale do Ribeira e do litoral sul de São Paulo. Primeiro convênio para recuperar as estradas de acesso aos quilombos. Sete milhões de reais, 132 quilômetros de estradas vão ser perenizadas com drenagem, cascalhamento(F), toda a qualidade da Codasp, do programa Melhor Caminho, agora chamado Caminhos Quilombolas. Vinte comunidades de quilombo beneficiada, em sete municípios do Vale do Ribeira e do litoral sul, 132 quilômetros, sete milhões de reais. Vai dar mais qualidade da vida, atendimento à saúde, melhorar a renda dos quilombolas, o turismo, vai fortalecer muito o turismo, vem escolas até de outros estados, não é, Rio Grande do Sul, Santa Catarina para visitar os quilombos, isso dá uma renda muito boa para eles. E o outro programa é do mel, o mel da Mata Atlântica com abelhas nacionais, nossas abelhas, porque é importante para a biodiversidade, e nesse programa o mel será certificado, analisado pelo Instituto de Botânica e pelo Instituto Adolfo Lutz, então também uma outra fonte de renda importante. Secretaria da Justiça através da secretária Heloisa Arruda está trabalhando para o reconhecimento das áreas de quilombo que dá uma segurança jurídica para os quilombolas, a Fundação Itesp, estamos contratando mais 57 técnicos para fortalecer o trabalho na região, e teremos ainda no fim do ano a primeira ETEC no quilombo André Lopes no município de Eldorado, uma escola técnica voltada ao ecoturismo, voltada também ao desenvolvimento da região. E as casas da CDHU, também respeitada à cultura quilombola. Ou seja, um conjunto de políticas pública muito importante para os quilombolas do Estado de São Paulo.