Coletiva - Assinatura de decreto para o setor da avicultura - 20120207

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva da Assinatura de decreto para o setor da avicultura

Local: Capital - Data: 02/07/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, uma notícia importante para o setor de muito emprego no Estado de São Paulo, que é o setor da avicultura. O nosso Estado é o maior produtor de ovos do Brasil e um dos grandes produtores, está entre os quatro maiores produtores de frango. Isso é importante do ponto de vista de saúde, alimentos, proteína de alto valor nutritivo, carne branca, alimentos muito importantes para a saúde. Muito, emprego, mão de obra intensiva, pequenas propriedades, distribui renda. Um setor de ponta do ponto de vista de genética, tecnologia e que passou por dificuldades. Então, nós estamos dando um crédito de ICMS de 5% para o setor, para os produtos. Abatedouros em São Paulo, abatimento em São Paulo, produtor de São Paulo, 5% no ICMS. Isso vai garantir emprego, vai garantir a estabilidade do setor e até o seu crescimento. Então, uma medida importante para preservar o emprego, a competitividade da avicultura de São Paulo.


REPÓRTER: Quanto que é o ICMS?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: O ICMS, eu acho que é 12%...Olha, o ICMS, ele é praticamente isento, o que nós estamos fazendo é dando um crédito de mais 5%, tendo em vista a importância do setor do ponto de vista de empregabilidade.


REPÓRTER: É uma meta colocar São Paulo como líder em produção de aves, em abate de aves, hoje é o quarto colocado. Vocês têm algum...?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: A nossa meta é que o setor cresça. Ovo, nós somos o primeiro do Brasil; frango, estamos entre os quatro maiores do país; e competitividade. Quer dizer, o que nós estamos fazendo é uma redução fiscal, dando aí crédito de ICMS para melhorar a competitividade dos nossos granjeiros aqui em São Paulo. E a gente viu aqui pelo número de municípios presentes, prefeitos e prefeitas, como é importante. Às vezes você tem uma cidade pequena, que a granja ou abatedouro dá 600 empregos. E muita pequena propriedade, é um setor bastante integrado. Eu acho que vai dar um fortalecimento na avicultura do Estado.


REPÓRTER: No fim de semana, uma matéria no Estadão comentando sobre a questão de que grampos telefônicos já podem fazer com que as autoridades liguem a participação do PCC na morte de seis policiais militares. Eu gostaria que o senhor comentasse.


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, eu não li a matéria então... Mas a Secretaria de Segurança vai comentar.


REPÓRTER: No [Ininteligível] de política, hoje o vice do Serra vai ser confirmado, o Alexandre Schneider do PSD, muita gente no PSDB não teria gostado dessa indicação, queria uma chapa pura. O que é que o senhor pensa sobre isso?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, escolha de vice, a decisão é sempre do candidato, não é? É vice do titular. Então, quem escolhe vice é sempre o candidato. E o Alexandre Schneider é um bom nome. Então, agora é fazer campanha. Está bom?