Coletiva - Entrega de 63 UHs do Empreendimento Bom Retiro D - 20121407

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva da Entrega de 63 UHs do Empreendimento Bom Retiro D

Local: Capital - Data: 14/07/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, dentro do programa de erradicação de cortiço, de recuperação do centro de São Paulo, nós entregamos mais um prédio, são 63 apartamentos. Aqui do lado da rua das noivas, como é que chama? São Caetano. Local muito bom aqui no Bom Retiro, perto de tudo, perto do emprego, perto do transporte, perto da educação, da saúde. Então, 63 famílias, que estavam em sub moradia, passam a ter a sua casa própria. Esse programa... Aqui tinha um casarão, que era cortiço, nós desapropriamos, compramos a área, o governo do estado comprou a área. Temos financiamento do BID e dinheiro do governo do estado. Já entregamos, 1.492 famílias já receberam a sua moradia, e temos ainda 1.004 que estão em obra ou licitação. Então, o programa todo: 2.496 moradias neste programa, que de um lado erradica o cortiço, que é mais grave ainda, pela falta de privacidade das pessoas, pela submoradia, risco de incêndio e tudo isso, e de outro lado, ajuda a revitalizar o centro de São Paulo. E as pessoas querem morar perto do emprego, e aqui tem muito emprego na região central. Esse programa continua, e o segundo programa será a PPP, 10 mil unidades na região da Nova Luz, o chamado centro expandido, para ajudar também na revitalização do centro de São Paulo.


REPÓRTER: Governador, mudando um pouquinho de assunto, em relação à violência, alguns dados indicam aumento de mortes por parte de policiais. O senhor está acompanhando esses números, essas estatísticas e a que o senhor atribui esse aumento?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, sempre a nossa orientação é a prisão dos criminosos, é sempre a orientação. Nenhum tipo de abuso. E nós temos acompanhado, sim. Se a gente for olhar, no primeiro trimestre de 2010, nós tivemos 146 mortes nesse primeiro trimestre de 2010 em confronto com a polícia. Em 2011, caiu para 108, o ano passado. E este ano, 112. Aumentou 4%, mas comparando a 2010, o número é bem menor. No segundo trimestre, nós tivemos 128 mortes em confronto, o ano passado, 133, e esse ano, 118 – é o menor número do que 2011, do que 2010. Então, nós acompanhamos isso com muito rigor. Agora, o que acontece, às vezes, que você tem ações de criminosos muito violentas, coisas absurdas e a polícia tem o dever de até de proteger a população dessas ações criminosas, que chegam a uma crueldade. Então, nós temos, sim, o controle rigoroso. Foi no meu Governo que nós passamos o DHPP para fazer todas essas investigações, não é a Polícia Militar, é a Polícia Civil, através do DHPP. Então, um controle rigoroso, caso a caso a examinar. Agora, infelizmente você tem um crescimento da ação criminosa, especialmente ligada à questão do tráfico de droga.


REPÓRTER: Ou seja, não houve um aumento. E eu também queria saber do senhor, a posição do Governo em relação à iniciativa do Ministério Público de acompanhar o caso de Osasco, a morte de oito pessoas.


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, primeiro, o que é que nós temos até agora? Nós temos, no primeiro trimestre, o número deste ano é menor do que de 2010. E temos o segundo trimestre, o número é menor que 2010 e menor que 2011. Há um controle rigoroso nesse trabalho. A participação do Ministério Público só ajuda, ela é sempre positiva. Está bom?


REPÓRTER: Obrigado.