Coletiva - Início das obras de ampliação do Aeroporto Campo dos Amarais e de implantação das marginais da Rodovia Dom Pedro I e outras ações - 20122908

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição da coletiva no Início das obras de ampliação do Aeroporto Campo dos Amarais e de implantação das marginais da Rodovia Dom Pedro I e outras ações

Local: Campinas - Data: 29/08/2012


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Quatro investimentos importantes aqui para Campinas. O primeiro a Fatec, Campinas ainda não tinha Fatec, ela tem duas ETECs e do lado da Etec nós já estamos construindo Via Rápida para o Emprego, fica pronto em dezembro, então o ano que vem começa o Via Rápida para o Emprego. Cursos de um mês, a gente paga trezentos e trinta reais se a pessoa tiver desempregada e não estiver recebendo o seguro desemprego, para ela rapidamente se capacitar. Cursos desde pizzaiolo, padeiro, confeiteiro, chapeiro, pedreiro, soldador, enfim. São mais de oitenta cursos diferentes. Depois a Etec, um ano e meio, curso gratuito, nível técnico, e a Fatec, faculdade, curso superior, tecnólogo, já assinamos o contrato, dezoito milhões de investimentos, oito mil metros quadrados de área construída do lado da Etec. Então, nós vamos ter um grande centro técnico, tecnológico, desde a formação rápida de oitenta horas, cem horas, passando pelo técnico de um ano e meio, e o tecnólogo de três anos. Depois com o parque tecnológico, o CP, acho que é CPQD, não é? CPQD, o CPQD com o parque tecnológico a nova incubadora. É um projeto de seis milhões e meio, nós estamos liberando a primeira etapa que são 2,6 milhões dentro de um programa chama: Inova São Paulo. Para estimular empresas de base tecnológica, para fazer inovação, pesquisa, elas podem ter financiamento da nossa Agência de Desenvolvimento do Estado com juro zero, ou através dos fundos de investimento capital semente. O fundo de investimento investe e participa do negócio, isso gera negócio extraordinário, se a gente for verificar, Google, Facebook, Microsoft, as grandes empresas do mundo nasceram como empresas pequenas de base tecnológica. A terceira é o Aeroporto dos Amarais, 7,7 milhões, mais quatrocentos e cinquenta metros de pista, ampliar a pista, ‘taxiway’, ampliação, alargamento e uma grande área para hangares e para empresas novas na área de aeronáutica. E a D. Pedro, dezesseis quilômetros aqui de marginais, de pistas que vão melhorar muito o trânsito na região, e principalmente os novos trevos, o trevo do Aeroporto dos Amarais, é um trevo novo; o trevo que a gente pode chamar do Shopping Galeria, que é um grande também de um trevo novo; o acesso a Barão Geraldo, que é também muito importante; o acesso também ao Carrefour, enfim. São grandes obras novas, todos os trechos com adequação e modernização, três passarelas, três passagens inferiores, cento e quarenta e três milhões de obra que começa hoje. E além dos noventa milhões na Anhanguera, que são novas pistas, novas faixas, novas marginais, em vinte e cinco quilômetros da Anhanguera. Então isso vai ajudar a fluidez do tráfego na região metropolitana de Campinas.


REPÓRTER: Governador, falando um pouquinho de violência. Segundo dados da Folha de S. Paulo, o número de policiais mortos aumentou 73% com relação ao mesmo período do ano passado. O que o senhor tem a dizer a respeito disso?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, nós tivemos no mês de junho, fruto da ação firme da polícia no combate especialmente ao tráfico de droga na ponta, chamadas biqueiras, uma reação de organizações criminosas. A polícia não retrocedeu um milímetro, todos eles foram sendo presos, ontem, aliás, foi preso um dos últimos que tentou assassinar um policial da Rota, acabou de ser preso; o chefe de grande parte deles, um criminoso chamado Piauí, fruto do trabalho de inteligência da polícia foi preso em Itajaí, foi preso em Santa Catarina, e os indicadores do mês de julho já mostraram em todo o estado de São Paulo uma queda importante de homicídios. Se a gente verificar comparando com o ano passado, uma queda de 7%, comparando com mês anterior, uma queda de 12%, o que mostra o esforço do trabalho da polícia.


REPÓRTER: Governador, aqui no estado de... Aqui na cidade de Campinas, o índice de homicídios ele triplicou de julho para agosto, inclusive teve vinte e quatro assassinatos até agora nesse mês, inclusive com uma chacina. Então, Campinas não acompanhou esse desenvolvimento do estado?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Não. Nunca se pode analisar um ponto de forma isolada. A tendência histórica é de queda dos índices, a gente verificar, em 2001 a cidade de Campinas teve quinhentos e quarenta e dois homicídios; em 2002 caiu para quatrocentos e cinquenta e três; 2003, quatrocentos e noventa e cinco; 2004, trezentos e sessenta e dois; 2005, duzentos e vinte e quatro; 2006, cento e sessenta e três. Olha, de quinhentos e quarenta para cento e sessenta. Aliás, quero homenagear o Dr. Saul, que tá aqui do lado, que ele foi o Secretário da Segurança Pública que fez essa redução nesse período. Em 2007 caiu para cento e quarenta e um; 2008, manteve cento e quarenta e um; 2009, cento e cinquenta e quatro; 2010, cento e cinquenta e sete; o ano passado caiu para cento e quarenta e seis; e, este ano até o mês de julho, setenta, o que deve... o que mostra que provavelmente nós vamos encerrar o ano com um número ainda menor do que 2011, então quem estava na faixa de 550 reduziu, aliás, no Brasil inteiro homicídios cresceu, o país inteiro, só São Paulo reduz. Agora, essa é uma guerra que tem que vencer batalha todo dia, essa é uma luta diuturno. E quero dizer em relação à 2ª Seccional que a gente espera em 20 dias está definido o local, nós não vamos insistir na disputa judicial porque a análise da Procuradoria Geral do Estado é que ia acabar perdendo essa disputa, o local realmente parece que não pode edificação, então a Secretaria já está procurando um novo terreno, nós vamos desapropriar se ele for particular, vamos pagar, se for do governo ótimo, e vamos imediatamente licitar a obra e ter a 2ª Seccional aqui em Campinas.


REPÓRTER: Governador, de acordo com o juiz corregedor aqui de Campinas ele fez uma inspeção nas delegacias aqui da cidade e disse que a situação é a pior possível, está um caos. O que está sendo feito aqui nas delegacias de Campinas para melhorar a infraestrutura para o trabalho da Polícia Civil?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, eu não li o trabalho do juiz então eu não vou fazer nenhum comentário. Só queria dizer que nós estamos dentro de 60 dias nós vamos ter 200 delegados de polícia a mais no estado de São Paulo. Aliás, um fato interessante, abrimos um concurso para 200 delegados, tivemos 27 mil escritos, 27 mil para 200 vagas, já foram nomeados, já estão fazendo o estágio na Academia da Polícia Civil, e mais, não é nem 60, 45 dias já estarão trabalhando, 200 delegados a mais e Campinas terá a sua 2ª Delegacia Seccional. Quero também destacar aqui em Campinas que a gente espera na próxima vinda para cá já poder anunciar as obras do anel viário Magalhães Teixeira que é a ligação da Anhanguera com a Bandeirantes, e depois com a Bandeirantes nós vamos verificar se a gente termina na SP-234 ou direto no SP-75 que é a Santos Dumont, então isso vai fechar praticamente o anel viário da cidade melhorando muito também, beneficiando Campinas e toda região metropolitana.


REPÓRTER: Governador, voltando um pouquinho...


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: E o acesso à Viracopos.


REPÓRTER: Voltando um pouquinho para a questão dos PMs lá em São Paulo, a maioria dos casos aconteceu quando eles estavam de folga, existe alguma relação com isso e quais as medidas que o governo vai tomar para tentar frear essas crimes contra PMs?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, eu acho que isso já passou, não é, os criminosos já foram quase todos presos, os que tiveram confronto a polícia agiu de maneira firme, então eu tenho... Essa é uma tarefa permanente, cotidiana, não há hipótese de não ser preso, não há hipótese, é preso. É que às vezes o sujeito foge de São Paulo. Então eles somem, ficam uns meses desaparecidos, mas acaba caindo. Tanto é que lá, esse o Piauí que era o chefe deles acabou de ser preso semana passada em Itajaí.


REPÓRTER: Governador, com relação ao aeroporto de Viracopos, a empresa que venceu a concessão dia 10 lança a pedra fundamental, mas a licença da Cetesb ainda não saiu, como é que está isso?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, eu posso checar. Liga para mim para o... Deixa eu ver. Aeroporto de Viracopos, licença de instalação sairá até o final de setembro, portanto as obras de expansão poderão ter início... Nós já determinamos um mutirão lá na Cetesb para poder acelerar o máximo toda as licenças ambientais, e esta obra que nós vamos fazer do prolongamento do anel viário ligando Anhanguera com a Bandeirantes e com a SP-75 ela vem ao encontro da expansão do Aeroporto de Viracopos.


REPÓRTER: O senhor acredita que a partir de outubro esse licença já saiu?


GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Não, setembro. Setembro sai à licença. Até o final de setembro, se puder sair no meio de setembro melhor. É que tem que cumprir toda uma etapa. E além da licença o acesso ao aeroporto, e aí vem a obra do anel viário e o acesso à SP-75.


REPÓRTER: Governador, a respeito da SP-101 que é uma rodovia que liga Monte Mor, nós tivemos inclusive um acidente muito grave nesse final de semana nessa rodovia que também é concedida a iniciativa privada, o governo pretende pressionar para que haja melhorias nessas rodovias já que boa parte é em pista simples, tem pontos irregulares de ônibus, o que o governo pode fazer sobre isso?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, a Dra. Karla Bertocco que é a diretora da Agência Reguladora, a Artesp, ela pode detalhar. Mas nós já estamos duplicando o primeiro trecho, já está 42% pronta, e em dezembro vai ser entregue, que é de Campinas à Hortolândia, até dezembro está pronto. O segundo trecho, de Hortolândia à Monte Mor, esse saindo à licença ambiental já começa e, finalmente, o terceiro trecho depois desse será de Monte Mor à Rafard. Então toda ela será duplicada sendo que o trecho de maior movimento que é Campinas-Hortolândia deve entregue até dezembro, mas a Karla pode detalhar melhor para vocês, está bom?