Conversa com o Governador - Programa Recomeço 20130904

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

RONI, ÂNCORA: Começa agora, mais uma edição do Programa Conversa com o Governador, o nosso encontro de todas as semanas com o governador Geraldo Alckmin. Governador, bom dia! Está tudo bem com o senhor, passou bem essa semana?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Tudo bem, graças a Deus!

RONI, ÂNCORA: Que Bom! Governador, o programa começa com novidade importantes na área do combate ao consumo do crack! Qual é a próxima ação, qual o próximo passo do governo do estado nesta área tão importante, governador Alckmin?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, hoje, o crack é um problema externamente grave que atinge o pobre, atinge o rico, consequências muito duras, não só para os dependentes, mas para as suas mães, seus pais, filhos, infelizmente, nós temos esse problema, hoje, no Brasil inteiro. Aqui, no estado de São Paulo resolvemos agir, nós não vamos ficar parados e vamos dar mão, lavar esperança para todas essas famílias. Então lançamos o Programa Recomeço, que é uma oportunidade de mudança de vida aos milhares de dependentes e aos seus familiares.

RONI, ÂNCORA: Certo! E como é que funciona o Programa Recomeço, governador?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha! Nós já estamos levando para o interior, a experiência que implantamos com sucesso aqui, na capital, na cidade de São Paulo. Então, o que acontecia, antes? Quando a família precisava internar um dependente era um sofrimento, uma grande correria, tinha que ir pra prefeitura, para o estado, para o Ministério Público, ir a justiça pedir laudo, atestado, ter interdição do dependente, se ele não quisesse ser internado, advogado, enfim, uma grande dificuldade. Então, o que nós fizemos? Reunimos no mesmo local, no Cratod, lá no Bom Retiro, onde nós temos as equipes de saúde, até quase 18 leitos para dependência química. Reunimos também o juiz, o promotor, o advogado, a OAB, os defensores públicos para facilitar a vida das famílias e poder ter um atendimento mais completo e mais rápido, é esse trabalho que nós pretendemos levar agora para Campinas.

RONI, ÂNCORA: Perfeito! Governador, a internação, o tratamento do dependente químico, isso aí não custa nada para família, né, é custo zero?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Exatamente! Hoje, nós já temos 910 leitos de retaguarda só para dependente químico em todo o estado, e vamos chegar até ao final do ano a quase 1.200 leitos, é uma iniciativa pioneira no país. A gente percebe a importância do trabalho que está sendo feito pelos resultados, nós chegamos, desde o dia 21 de janeiro, quando começou o Programa Recomeço aqui em São Paulo até hoje, nós já fizemos 503 internações hospitalares e mais de 3.000 acolhimentos em casa transitória ou comunidade terapêutica.

RONI, ÂNCORA: Realmente, o senhor tem razão quando fala que é um trabalho muito sério, e muito importante! Mas isso começa agora em Campinas e vai para todo estado, né, governador?

GERALDO ALCKMIN: Exatamente, Roni! Várias cidades, nós vamos implantar, é o caso de São José do Rio Preto que será referência para a região; Santos na Baixada Santista; Jundiaí, Mogi das Cruzes, no Alto Tietê; Cotia na região Oeste da grande São Paulo e a primeira agora é Campinas e numa boa parceria com a prefeitura de Campinas. E também nos próximos dias, teremos uma boa uma parceria, uma parceria inédita com a prefeitura de São Paulo. Então é somando esforços do município, do estado, junto das famílias que a gente vai poder avançar mais.

RONI, ÂNCORA: Ótimo, tudo mundo unido aí enfrentando esse grande desafio, que é grande, mas com trabalho consegue dar volta por cima, né, governador?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Exatamente, e quero anunciar aqui, Roni, que vamos ter também uma outra grande novidade: o Cartão Recomeço, é uma ajuda financeira, uma espécie de plano de saúde para as famílias mais pobres que tenham familiares dependentes. É uma ajuda que o governo do estado vai dar às famílias dos dependentes químicos para que eles possam fazer as internações voluntárias de seus entes queridos em entidades especializadas que prestam serviços de acolhimento, tratamento e/ou reinserção social. Então, nós já vamos começar a credenciar as entidades interessadas, e ao mesmo tempo, vamos conversando com os prefeitos que serão nossos parceiros neste programa. A nossa meta é que as primeiras famílias possam já ter o Cartão Recomeço em 90 dias.

RONI, ÂNCORA: Que boa notícia! Agora, a gente muda um pouquinho de assunto, e vamos falar de Segurança Pública, que é uma outra preocupação grande dos ouvintes. Quais as novidades nesta área, governador Alckmin ?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Aliás, também muito ligado ao problema das drogas, porque se nós formos verificar, muitos dos problemas de tráfico de droga, de roubos, todos eles estão ligados também ao problema, infelizmente, do crack, cocaína, de drogas até mais pesadas. Em relação à Segurança, nós acabamos de dar um reforço muito bom, de peso, para segurança no estado com a formatura, agora semana passada, de 1.489 novos sodados: homens e mulheres. Muito preparados, que enfrentaram concurso disputadíssimo, 55.000 inscritos, 12 meses de estudo, mais de 2.000 horas de aula teórica, aulas práticas, treinamento físico, enfim, formação completa.

RONI, ÂNCORA: E esses novos soldados estarão nas ruas, a parir de quando, governador?

GERALDO ALCKMIN: Imediatamente, todos eles já estão no combate à criminalidade, dando mais proteção à população de todo o estado, grande parte é aqui na capital, mas também na grande São Paulo, no interior, no policiamento rodoviário e também nos bombeiros.

RONI, ÂNCORA: Ótimo! Agora, a Segurança Pública tem a parceria da Polícia Militar e da Polícia Civil, agora o que está sendo feito para melhorar o trabalho, governador, dos policiais que investigam os crimes?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha, Roni, estamos avançando muito, numa medida importantíssima, que é a retirada de presos de cadeias públicas dos distritos policiais. Nós estamos levando todos esses presos para os modernos Centros de Detenção Provisória, então isso traz um bom duplo benefício: de um lado, evita o risco de fuga, rebelião dentro de distrito, que geralmente estão no meio dos bairros, né, no meio das cidades; e de outro lado, tirando os presos para a Secretaria da Administração Penitenciaria para os Centros de Detenção Provisória, melhora o trabalho da Polícia Civil que pode se dedicar integralmente ao seu trabalho de Polícia Investigativa e Polícia Judiciária no esclarecimento dos crimes, e na prisão dos criminosos, e não ficar tomando conta de preso.

RONI, ÂNCORA: E nessa área, o que já foi feito governador?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Olha! Só 2011, 2012, nos dois últimos anos agora, nós já desativamos 29 cadeias, foram mais de 2.000 presos que foram enviados para as penitenciárias. E nós ainda temos perto de 3.000 e poucos presos homens, e em torno aí de 1.400 mulheres, nós esperamos este ano zerar os homens, não ter mais preso em cadeia, e as mulheres até o início do ano que vem. São Paulo será o primeiro estado do Brasil a não ter preso em delegacia, distrito policial, só em penitenciária e Centros de Detenção Provisória.

RONI, ÂNCORA: E a última cadeia desativada foi qual, governador Alckmin?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: A última foi a de São Roque, nós tínhamos ali em São Roque, uma estância turística, no centro da cidade, 177 presos em quatro celas ali minúsculas, praticamente. Então, eles foram transferidos para o Centro de Detenção Provisória de Capela do Alto, nós fizemos duas grandes unidades prisionais em Capela do Alto na região de Sorocaba e desativamos, então, São Roque. E também isso vai desativar e retirar todos os presos de Itapeva, Capão Bonito, Buri, Pilar do Sul, então essa região de Sorocaba, Itapetininga, Itapeva já zerou toda ela, praticamente! E é esse trabalho que vai ser feito em todo o estado de São Paulo.

RONI, ÂNCORA: Ótimo! Governador, o programa chega ao final, uma boa semana para ao senhor, um bom trabalho e na semana que vem estaremos aqui, com mais uma edição do Programa Conversa com o Governador Geraldo Alckmin!

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Muito obrigado, boa semana a todos.

Conversa com o Governador
201120122013201420152016201720182019

Ver também


Links externos