Discurso-Lançamento do Centro Tecnológico - Data Center Itaú-20122701

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso de Lançamento do Centro Tecnológico - Data Center Itaú

Local: Mogi Mirim - Data: 27/01/2012

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.


GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Boa tarde a todas e a todos. Estimado presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Barros Munhoz; senador Aloysio Nunes Ferreira Filho; prefeito anfitrião Carlos Nelson Bueno; Maria Paula, vice-presidente do Itaú Unibanco Marcos Lisboa, Alexandre de Barros, e do Itaucred, Luiz Otávio Mathias; Flavia Rossi, vice-prefeita; Robertinho; Luiz Roberto Tavares, presidente da Câmara; deputada federal Aline Correia; deputado federal Vanderlei Macris; deputada estadual Célia Leão; deputado Davi Zaia, secretário do Estado do Emprego e Relações do Trabalho, foi presidente do Sindicato dos Bancários, agora mudou de lado, virou banqueiro, ele preside o Banco do Povo Paulista, é o campeão do microcrédito; o senhor Clodoaldo de Paiva; Geraldo Leite, anfitrião aqui do Clube Mogiano; vice-prefeitos, colaboradores aqui do Itaú Unibanco, empresários, trabalhadores, lideranças comunitárias, amigas e amigos. Uma grande alegria nos reunirmos hoje para comemorarmos aqui este verdadeiro gol do Carlos Nelson. Acho até que é um gol do Neymar de tão importante que é. R$ 807 milhões de investimento. E o senador Aloysio Nunes tem razão, é um momento histórico, porque essa é dessas decisões que trazem benefícios no presente e no futuro. Já tem data marcada para o segundo investimento daqui 10 anos e o terceiro investimento daqui 20 anos. Esse será o centro de todas as operações do Itaú Unibanco, o maior banco brasileiro, o primeiro da América Latina, um dos maiores do mundo de todo o país. Mogi Mirim ficará 24 horas interligada com o Brasil e o mundo. Dobra a necessidade de energia. Quando o Carlos Nelson me ligou, eu falei: “O trator, o Barros Munhoz já falou comigo. Não, mas o problema é de gerador.” Mas corremos atrás. O Barros, quando ligou, eu falei: “Presidente, onde está o emprego e o desenvolvimento tem que estar o Governo para ser parceiro, para resolver problema e nós criarmos as condições para esse investimento.” São Paulo tinha há 20, 30 anos atrás o tamanho da Argentina. Eu lembro que se dizia: “Olha, São Paulo tem o tamanho da Argentina. É o segundo país da América do Sul em economia, em força econômica”. Hoje a Argentina, que vai bem, tem 400 bilhões de dólares de PIB; o Estado de São Paulo, 685 bilhões de dólares de PIB. Quase uma vez e meia a Argentina. Não é por acaso. Essa é a terra do trabalho, do desenvolvimento, das oportunidades. E queria aqui destacar que Mogi Mirim está preparada em suprimento energético, hídrico, telecomunicações, logística, recursos humanos e o Itaú Unibanco vão dar um outro impulso nesse desenvolvimento. Nós temos aqui uma FATEC, ETEC e FATEC, e vamos formar mais recursos humanos para a área de TI, de tecnologia de informação. Então a FATEC vai crescer e o Itaú vai ajudar a FATEC a crescer e consolidar esse grande centro aqui da região de alta tecnologia. É a capital da alta tecnologia do setor financeiro brasileiro. Então é com grande alegria que participamos. Quero aqui abraçar o Carlos Nelson Bueno, que suou a camisa aí para que nós pudéssemos chegar a esse momento. Cumprimentar toda a direção do Itaú Unibanco, um banco de ponta no mundo em termos de tecnologia, de avanços, de qualidade e excelência nos serviços prestados. Agradecer aqui o senador Aloysio. Agora, antes do recesso parlamentar, nós tivemos um evento que vai para o Guiness Book, porque às 16h00 a presidente da República encaminhou ao Senado Federal uma autorização de financiamento para o Governo do Estado com a JICA, organismo financeiro do governo japonês, para saneamento básico, para a SABESP, para a área de água e esgoto, e às 19h30 tinha passado por todas as comissões e estava aprovado o financiamento no Senado Federal. Então agradecer aqui ao Aloysio, agradecer ao Barros Munhoz. Eu sempre, eu que sou um fã da vocação distrital dos distritos. O Barros eu acho que é um dos mais fantásticos exemplos desse vínculo entre a representação política e a população da região, é impressionante. Nós fomos prefeitos juntos, não é, Barros? Em 1976. Fomos tão bem que o povo pediu para continuar, o nosso mandato foi prorrogado de quatro para seis anos. E, depois de tanto tempo, você faz uma eleição em Itapira e na região e o Barros tem uma votação consagradora. Então o que mostra esse vínculo permanente junto da população da sua cidade e da região. E na Assembleia Legislativa a gente não trabalha sozinho, a gente trabalha em equipe, não é? Todo mundo cumprindo a sua parte. Tem sido um grande parceiro e aqui quero agradecer também a Célia Leão, nossa deputada estadual, e os nossos deputados federais aqui, o Macris e a Aline também aqui presente. E dizer que, se Deus quiser, o mês que vem, Carlos Nelson, nós estamos voltando a Mogi Mirim. Nós vamos ter aqui um dos principais centros de atendimento a pessoas com deficiência, mobilidade reduzida, idosos, todos, para todas as pessoas que precisarem de fisiatria, fisioterapia, reabilitação, o segundo centro de robótica do Estado de São Paulo; e escolhemos para operar a Rede Lucy Montoro aqui em Mogi Mirim o Hospital Sírio Libanês. Então a OS que será parceira da Rede Lucy Montoro será o Instituto de Responsabilidade Social, que é a OS do Sírio Libanês. Hoje cedo eles assumiram o Hospital do Grajaú e o AME lá do Grajaú, na zona sul de São Paulo. Estamos levando para a zona sul de São Paulo a qualidade, a excelência do Sírio Libanês. E virá... A OS de Mogi Mirim será também o Instituto de Responsabilidade Social do Hospital Sírio Libanês. Mas eu quero deixar um grande abraço, dizendo da alegria de estarmos aqui juntos nesse dia tão importante, onde a cidade, a região de Campinas, o estado de São Paulo e o Brasil recebem um investimento de mais de R$ 800 milhões, que vai trazer para cá alta tecnologia para fortalecer um setor fundamental da economia brasileira, que é o setor terciário, que é o sistema financeiro nacional, gerar empregos e abrir oportunidades para a nossa população. Parabéns a todos.