Discurso -Fehidro 20131605

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Fehidro

Local: Capital - Data:16/05/2013

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Boa tarde a todas e a todos. Quero saudar o deputado Edson Giriboni, secretário do Estado de Saneamento e Recursos Hídricos; nossos deputados, o Barros Munhoz; o Dilador Borges; o Roberto Morais; o Camilo Gava; o Ricardo Montoro; o Valter Techi, coordenador de Recursos Hídricos da Secretaria; saudar aqui a todos os prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, lideranças da comunidade, secretários, cumprimentando a prefeita de Peruíbe, Ana Maria Preto; e a prefeita de Nova Independência, Neusa Joanini; o Marcos Monte, que falou aqui em nome de seus colegas, prefeito de São Manoel e coordenador do Fórum Paulista dos Comitês de Bacia; nosso samurai, Dr. Otávio Okano. Já cumprimento o Okano sempre, peço licença, né? Querido amigo Dr. Miroz, amigas e amigos. Olha, hoje é um dia super importante. Nós estamos autorizando 79 contratos no valor de R$ 30 milhões, distribuídos em elaboração de plano municipal de saneamento básico, plano diretor de drenagem rural, drenagem de galeria de águas pluviais em área urbana, controle de erosão, projeto básico de nova estação de tratamento de água, implementação de macromeditores de evasão, execução de interceptor de esgoto, construção de fossas sépticas biodigestoras, substituição de estação elevatória, implementação de aterro sanitário, avaliação de área contaminada, restauração de matas ciliares e nascentes em cursos d’água. Peguei apenas alguns exemplos aqui para mostrar a abrangência aqui desse trabalho. E deixo um pedido aqui para o Edson Giriboni, nós temos 21 bacias hidrográficas, é isso? 21 Comitês, 22 bacias: Mantiqueira; Vale do Paraíba; litoral norte; Pardo; BCJ; Baixada Santista; Ribeira; litoral sul; Alto, Médio e Baixo Tietê; Paranapanema; Grande; Turvo... Vão me ajudando aí. Aguapeí; Peixe; Pontual do Paranapanema; Sapucaí... Faltam quatro. Mogi. Faltam três. Qual que é? São José dos Dourados. Faltam duas. Médio Paranapanema. Falta uma. Baixo Pardo, fechou. Então são 22 duas bacias hidrográficas. Então, você precisava fazer para a gente um ranqueamento em termos de saneamento para a gente ir chegando todo mundo a 100%. Asfaltar a rua é importante, mas isso é administrar para automóvel, né? Administrar para o ser humano é saneamento básico. Então, nós precisamos garantir água de qualidade. Essa é a primeira tarefa, ninguém pode deixar de ter água tratada. Você abrir a torneira e tomar. Então, água de qualidade. Aonde tiver uma família, nós temos que garantir água de qualidade. A outra é tirar o esgoto de perto da casa. Então, comunidades rurais, fossa séptica. Tem que fazer a fossa séptica e ensinar a pessoa como é que trabalha. Mas tirar o esgoto de perto da casa. E a terceira é limpar os rios. Aí você vai fazer o ranqueamento para a gente. Porque tem bacia hidrográfica que faltavam três cidades para completar 100%, e nós estamos fechando. E quero dizer o seguinte: nós vamos raspar o fundo do tacho aí. Talvez a gente tenha mais uma possibilidade de financiamento, e eles têm sido mais rápidos, então nós, já, se a gente conseguir, nós vamos poder atender mais. Só no Água Limpa, novos convênios para tratamento de esgoto, mais 26 municípios e 124... R$ 124 milhões de reais. Nós estamos fazendo, hoje, estão os nossos deputados aqui, a SABESP, 84 estações de tratamento de esgoto e através do Água Limpa, o DAEE, 76 estações. São 160 estações de tratamento de esgoto, entre aqueles que nós inauguramos nesses dois anos, que estão em obra ou estão em licitação, 160. Um dia desse, eu vi de manhã o Globo Ecologia cedinho, e tinha lá os problemas de saneamento no Brasil. A falta absoluta de saneamento. Comunidade sem água, esgoto na porta da casa, na valeta, tudo poluído. Então dizia: o Brasil, nesse ritmo, vai universalizar o esgoto em 2193. Nesse ritmo, eles fizeram o cálculo, você só vai universalizar o saneamento em 2193. O Estado de São Paulo, nos municípios operados pela SABESP, nós universalizaremos o interior até o final do ano que vem; o litoral até 2016 e a Região Metropolitana até 2019. E no caso das prefeituras, os serviços autônomos, nós vamos fortalecer através do Água Limpa. Então, se a gente conseguir aí mais um financiamento, a gente coloca mais R$ 124 milhões para poder acelerar o tratamento do esgoto e a limpeza dos nossos rios. Nós temos o dever, né, de preservar a nossa fauna, até porque este é o ano do peixe, não é isso? Um dia desse eu ouvi uma boa. Diz que o Palmeiras perdeu por causa do frango. O São Paulo perdeu por causa do Ganso e o Corinthians por causa do Pato. Uma granja completa, né? Mas eu quero agradecer o Edson... O peixe está fora, não é? Quero agradecer aqui o Edson Giriboni, o Valter Techi, agradecer os nossos deputados, grandes parceiros do Estado de São Paulo e, principalmente, cumprimentar vocês que estão lá na ponta trabalhando junto da comunidade, e esse é um outro aspecto importante, que o Edson Giriboni lembrou, que é o modelo participativo, é no comitê de bacias que escolhe as prioridades, não somos nós que escolhemos, vocês que escolhem. Governo e sociedade civil escolhem as prioridades e aí nós executamos, acompanhamos, elas precisam ser bem executadas para a gente aproveitar ao máximo, aí, o recurso público em benefício da nossa população. Esse é o nosso dever, do Estado de São Paulo, que são todos os nossos municípios cada vez melhor. Vamos ao trabalho!