Discurso - Anúncio da implantação da Unidade de Reabilitação Lucy Montoro de Sorocaba 20132304

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Anúncio da implantação da Unidade de Reabilitação Lucy Montoro de Sorocaba

Local: Capital - Data:23/04/2013

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Bom dia a todas e a todos! Quero agradecer a presença do desembargador, José Gaspar Gonzaga Francischini, vice-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo; Dr. Márcio Elias Rosa, procurador-geral de justiça; a professora Lina Mara Rizzo Battistella, secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência; professor Giovanni Guido Cerri, secretário de Estado de Saúde; prefeito de Sorocaba, nosso sempre deputado Antônio Carlos Pannunzio; Dr. Evaldo Borges, superintendente de governo do Banco do Brasil; Dr. Júlio César Botelho, promotor de Justiça do Centro de Apoio Cível a Pessoa com Deficiência, e toda a sua equipe; promotor de Justiça, Roberto Campos de Andrade, na área de Direitos Humanos; Sebastião Misiara, que preside a UVESP – União dos Vereadores do Estado de São Paulo; membros do Ministério Público; diretor e toda sua equipe do Banco do Brasil; secretários municipais; entidades de apoio à pessoa com deficiência; amigas e amigos. Uma palavra breve, mas dizer da alegria de estarmos aqui hoje celebrando esse convênio. Como disse aqui o Dr. Márcio, espetacular no conteúdo e na forma, não é? No conteúdo, porque nós temos em São Paulo, 9 milhões de pessoas com deficiência; no Brasil, 45 milhões de pessoas. E casos de AVC, sequelas de acidente vascular cerebral; derrame; lesões medulares; amputações; deficiência física; dor incapacitante, que é um problema grave que nós temos; paralisia cerebral, enfim. Além do fato de que a população está, graças a Deus vivendo mais, e com a idade, problema de mobilidade reduzida. Então, São Paulo criou uma rede, que é a Rede Lucy Montoro, que é um sinônimo de excelência e de qualidade e de atendimento gratuito para quem precisa.

Temos 4 unidades aqui na capital, 10 unidades no estado; Santos, Ribeirão Preto, Rio Preto, 10 ao todo; São José dos Campos. E mais 4 que serão feitas: Vale do Ribeira, Pariquera-Açu, Botucatu, Sorocaba, Marília e Santos. Então nós chegaremos, vamos cobrir todo o estado de São Paulo com atendimento de prevenção, de reabilitação, órteses, próteses, formação de recursos humanos, tecnologia. Enfim, trabalho extremamente importante. Então, a gente fica feliz, Pannunzio, de vir à sua cidade, Sorocaba, que é um grande centro hoje na área de saúde, nós temos lá o nosso conjunto hospitalar que está sendo reformado, nós vamos fazer um prédio novo pra área de diagnóstico, é um prédio antigo, Hospital Adhemar de Barros, e agora a Rede Lucy Montoro dentro lá do conjunto hospitalar. E teremos um outro hospital do lado da Raposo Tavares, do outro lado da cidade, para um hospital mais cirúrgico, de trauma, para a cidade e a região, que é a PPP que vai ser lançada agora em maio, com 4 novos hospitais aqui em São Paulo. E ficamos felizes na forma, uma forma inovadora, não é Dr. Márcio? Como foi aqui colocado: transformar a multa em Obrigação de Fazer. Então, esses R$ 5,8 milhões vão ajudar muita gente nesse novo prédio de três andares lá em Sorocaba, colocando recursos humanos a melhor tecnologia a serviço da população.

Então quero aqui agradecer ao Poder Judiciário, Dr. Francischini; agradecer ao Pannunzio, grande parceiro, grande prefeito dessa bela cidade que é Sorocaba - Pindamonhangaba que se cuide, né? Agradecer a professora Lina Mara, essa entusiasta da causa. Nós tivemos agora sexta-feira em Presidente Prudente, São Paulo está sempre na vanguarda. Então todos nossos aeroportos estaduais com Ambulifit: chegava o cadeirante, a pessoa com deficiência e tinha que pegar no colo para pôr dentro do avião. Agora não, tem um aparelho, um elevador, encosta na mesma altura do avião e já, direto, duas cadeiras cada aparelho, elevador, coloca dentro do avião; segurança, conforto, respeito, agilidade. Então, começamos por Presidente Prudente, mas compramos sete Ambulifit, então os nossos... Ribeirão Preto vai ter 2, em razão do movimento aeroportuário lá em Ribeirão Preto. Agradecer ao professor Giovanni Cerri, nosso secretário da Saúde, essa boa sintonia, saúde é uma visão mais ampla; agradecer ao Banco do Brasil, dando aqui um belo exemplo! Meu avô era gerente de banco em Pindamonhangaba, então tinha um vizinho muito gozador que dizia para o meu avô: “Olha, gerente de banco é igual a aparelho de som, quando a gente mais precisa ele falha!” Mas, o Banco do Brasil não falha, o Banco do Brasil se fez presente aqui quando a gente mais precisa. E agradecer ao Dr. Mário Elias Rosa e todo o time do Ministério Público. Eu sempre brinco que eu sou um admirador do MP. Aliás, até no seu papel às vezes duro, que Santo Agostinho dizia: “prefiro os que me criticam porque me corrigem; aos que me adulam, porque me corrompem”. É preciso entender esse papel importante. E eu sempre digo, a gente tem grandes desafios, dificuldades, vamos à casa de José Augusto César Salgado, promotor das Américas, que fez o decálogo do promotor, que tem grandes valores, um espírito público para servir a sociedade.

Quero deixar um abraço aqui a todos vocês e cumprimentar Sorocaba. O Menotti del Picchia, um poema muito bonito chamado “Juca Mulato”, ele dizia o seguinte: “Que a própria dor, na terra natal dói menos”. O que nós queremos é descentralizar, resolver lá na cidade, lá na região, perto dos amigos, da família, das pessoas queridas, não ter que vir todo mundo para São Paulo, virar ficha, virar número, mas dar resolutividade e qualidade aos nossos serviços de saúde. Muito obrigado!