Discurso - Anúncio de construção de 926 moradias e descerramento da placa de inauguração das melhorias na SP-342 20122112

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Anúncio de construção de 926 moradias e descerramento da placa de inauguração das melhorias na SP-342

Local: São João da Boa Vista - Data: 21/12/2012


ORADOR NÃO IDENTIFICADO: O carinho de vocês ao nosso governador Geraldo Alckmin.

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Boa tarde... Boa tarde a todas e a todos. Dizer da alegria de estarmos juntos. Saudar o nosso prefeito anfitrião, prefeito de São João da Boa Vista, o Nelson Nicolau. A Elenice, vice-prefeita. O Sidney Beraldo, conselho do Tribunal de Contas do Estado. E quero aqui agradecer ao Sidney Beraldo, foi durante dois anos o nosso secretário chefe da Casa Civil. Todas as obras, as realizações do governo, tem a marca, a presença do Sidney Beraldo. E ganhou o Estado de São Paulo como um homem da estatura moral e do espírito público para o Tribunal de Contas do Estado. Nós que estamos felizes, né, Beraldo, com a sua presença segura na corte de contas do estado. Quero cumprimentar o Dr. Saulo de Castro Abreu Filho, secretário dos Transportes. Silvio Torres, deputado federal, secretário de Habitação. Dr. Carlos Henrique Almeida Custódio, Superintendente da Caixa Econômica Federal. Prefeito de Caconde, o Luciano de Almeida Samensato. De [ininteligível] João Carlos. Águas da Plata o Samuel. Prefeito eleito de São João da Boa Vista, o Vanderlei. De Santo Antônio do Jardim, José Eraldo. Do Espírito Santo do Pinhal, o Zeca Bene. De Casa Branca, Hildebrando. Dra. Carla Bertocco, presidente da Artesp. O Dr. Danilo [ininteligível] diretor regional do DRE. Dr. Sebastião Mayriques, delegado seccional aqui de São João. Major José Oswaldo do Nascimento, comandante aqui da região. João Otaviano Junqueira, reitor do Centro Universitário. Francisco [ininteligível] reitor da UNIFAI. Roberto de Barros Calixto, diretor-presidente da Renovias. Secretários municipais, amigas e amigos. Nós vemos hoje e é uma alegria, né, que é véspera do Natal, entregarmos uma grande obra e começarmos uma outra grande obra. Aqui nós estamos entregando, é a rodovia, a SP-342. Nelsinho teve lá a semana passada com o Beraldo e nós: Olha, já abre lá o trânsito, o viaduto, já vai já utilizando a rodovia. Depois quando tiverem prontas as pistas, as marginais nós vamos inaugurar. Então uma obra de R$ 27 milhões, dois grandes viadutos, que vão interligar bairros aqui da cidade, passarela, 3km de pistas, ou seja, uma obra que vai trazer desenvolvimento para São João da Boa Vista que tá crescendo bastante. Eu passei com o Nelsinho ali, Beraldo, pelo distrito industrial. Impressionante como tem empresas que vieram aqui pra São João, tão vindo pra cá. A cidade tá tendo um grande desenvolvimento, então esse complexo viário, né, a SP-342. Vai melhorar ainda mais o desenvolvimento e segurança. Evitar acidente, evitar desastre, pistas duplas, viadutos, passarelas, obras de segurança. E em março, daqui a 90 dias, se Deus quiser nós estamos voltando aqui para entregar os 6km até Águas da Plata, também na SP-342. Queria agradecer ao Dr. Saulo. Cadê o Saulo? Agradecer ao Saulo, agradecer a Carla Bertocco e dizer para... Agradecer a Renovias, ao nosso presidente. E dizer o seguinte, nós estamos começando aqui lima outra importante obra na região. Nós vamos fazer a recuperação da SP de Espírito Santo do Pinhal até a divisa com Minas Gerais, que tá ruim. Já abrimos a licitação. Ela vai ser toda ela recuperada e ampliada. De Espírito Santo do Pinhal a Minas Gerais, também será totalmente recuperada, modernizada e ampliada. Da rodovia Adhemar de Barros, a SP-340, passando por São José do Rio Pardo, terra lá do Silvio. Depois São Sebastião da Grama, depois Vargem Grande até a divisa com Minas Gerais. Tudo isso também será recuperado. Então são investimentos importantes aqui na região para o desenvolvimento da região. E quero agradecer ao Saulo, a Carla, equipe do DRE e da Renovias, o Dr. Ricardo Valadares Gontijo. Depois estamos vindo aqui para começar uma outra grande obra, que são as 926 casas, é uma cidade. A gente imaginar cinco pessoas cada casa, são 5.000 pessoas. Tem cidade em São Paulo que não tem 5.000 habitantes, estamos começando uma nova cidade com toda a infraestrutura: água, esgoto, luz, iluminação. É um residencial, em toda a pavimentação, toda infraestrutura do residencial, casas de qualidade e novinhas. E uma cidade aonde todo mundo tem casa própria. Porque essas 926 casas é pra quem não tem casa poder realizar o sonho da casa própria. Quanto que é um aluguel aqui em São João da Boa Vista mais ou menos? 300? 400? 500? 350? Então, é sofrido, né, gastar R$ 300,00, R$ 400,00, o dinheiro vai embora. Vocês vão ser dono das casas, ter escritura, deixar para os filhos, ter a segurança da casa própria. E São Paulo deixa ninguém de pra trás. Então quem ganha um salário mínimo vai poder ter acesso à casa própria. Nós assinamos com presidente Dilma pra fazer 100.000 unidades Minha Casa Minha Vida com a Casa Paulista. Então nós estamos colocando até R$ 20.000,00 por unidade, a fundo perdido, não é financiamento. A nossa parte é subsídio, não ter que pagar, pra poder proporcionar e famílias que ganham um salário, dois salários, três salários, quatro, cinco, enfim salários menores possam realizar o sonho da casa própria. Eu quero agradecer a Caixa Econômica Federal, uma instituição com a credibilidade, a seriedade da Caixa Econômica Federal. Aqui são 78 milhões de investimentos, 65 milhões da Caixa Econômica Federal e nós estamos colocando quase 14 milhões a fundo perdido para viabilizar aqui o empreendimento. E temos mais 273 da CDHU que já tá na metade. No meio do ano que vem, no segundo semestre se Deus quiser, nós já estaremos entregando. Quero agradecer ao Silvio Torres, tá fazendo um ótimo trabalho na Habitação. Só aqui são 1.300 quase unidades. Tivemos na semana passada em Sorocaba assinando mais 2.500. Lá acho que foi com o Banco do Brasil, né? Com o Banco do Brasil, enfim. E cada casa são três empregos, Nelsinho. Entra emprego direto e indireto. Trabalha pedreiro, engenheiro, pintor, motorista, secretário, eletricista, encanador, comércio, movimenta a economia. Então ativa a economia, gera mais emprego e prosperidade para a população. Também daqui a 90 dias, se der tudo certo, nós já poderemos com o Vanderlei. Cadê o Vanderlei? Viu, Vanderlei? Já tá entregando o novo prédio de fórum aqui também para a população. Então, o fórum já vai ser o Vanderleizão, né? É. E se Deus quiser... Já [ininteligível] pronto, né, Nelsinho? Só falta a parte de ajardinamento, a parte externa e mobiliário. Mobiliário, enfim. Pra gente poder entregar novinho o fórum aqui de são João da Boa Vista. E vindo pra cá... Vocês tem um prefeito muito trabalhador, viu? O Nelsinho já cobrou a licença de instalação da represa do Rio Jaguari-Mirim. Então aqui estão sendo feitos dois piscinões, 10 milhões de investimento. A gente liga a televisão vê enchente pra cá, enchente pra lá, então é preciso tá preparado para o verão. Então, dois piscinões, 550.00 metros cúbicos de preservação e a barragem de multiuso do Rio Jaguari-Mirim, que é um investimento também de... Quase R$ 50 milhões, vai ser uma barragem muito importante para a regularização das aguas aqui da região. Mas eu quero deixar um grande abraço. Que o Natal seja muito feliz. E o mundo acho que não vai acabar hoje porque [ininteligível] já tá chegando lá. É, se não acabou em Tóquio lá já passou o dia, né? Embora o calendário Maia seja do nosso lado, né? Até meia noite a coisa... E agradecer aqui ao Nelsinho. Eu fui colega do Nelsinho. Nós fomos prefeitos juntos, 1870... Opa, perdão. 1977, Né, Nelsinho? Eu me lembro... E depois fomos colegas na assembleia. Me lembro dele e dá Sônia sempre juntos, né? Casal jovem, lá na Assembleia depois no governo Montoro, enfim, depois nos reencontramos aqui, ele prefeito, grande prefeito de São João da Boa Vista. Deixo um abraço muito carinhoso para a Sônia, pra toda a família. Cumprimentar a todos vocês. E uma palavra muito especial ao Beraldo. O Beraldo precisa ser confortado, tá muito abalado, muito triste; o Palmeiras caiu. Mas isso acontece, não é verdade? Haverá de se recuperar. Mas o Beraldo é um craque, né? Um craque. O Beraldo era do nosso time lá, se fosse defesa era o Cássio do Corinthians. Se fosse meio de campo seria o Lucas do São Paulo. E no ataque o Neymar, que é um máximo, né? Um grande abraço a todos.

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Aplausos ao nosso grande líder. Põe uma musiquinha aí. Toca, toca a musiquinha que vem a placa aqui pra frente do descerramento.