Discurso - Assinatura da ordem de serviço para as obras das linhas 13-Jade e extensão da 9-Esmeralda e entrega de seis trens da série 8000 20132309

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Assinatura da ordem de serviço para as obras das linhas 13-Jade e extensão da 9-Esmeralda e entrega de seis trens da série 8000

Local: Capital - Data:23/09/2013

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Bom dia a todas e a todos! Quero cumprimentar o secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes; secretária dos Direitos da Pessoa com Deficiência, professora Linamara Battistella; deputado federal Arnaldo Faria de Sá; deputados estaduais: o João Caramez e o Osvaldo Vergílio; vereador da capital, Floriano Pesaro; o diretor da CPTM, Mário Bandeira; Presidente da Via 4, Luiz Valença; diretor de Engenharia e Obras da CPTM, Dr. José Augusto Rodrigues Bissacot; Flávia Vital, coordenadora do Transporte Acessível de Mobilidade Urbana da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência; toda nossa equipe aqui da CPTM, essa equipe de craques. Só tem Neymar! Mas dizer da alegria! Hoje três em um, são três eventos em um só. Nós estamos entregando hoje mais seis trens novos. Não é reformado, é zero quilômetro, mais moderno, acessibilidade, trens acessíveis para pessoas com deficiência, vagão contínuo. O trem tem oito carros, então a pessoa pode ir do primeiro até o oitavo carro com o trem andando. Dá muito mais segurança, conforto, distribui melhor os passageiros. Trens com ar-condicionado, trens com câmeras de vídeo com mais segurança. Trens ambientalmente mais modernos, e são todos elétricos, sem poluição! Trens com maior motorização, ao invés, de três carros, um motorizado, 33%, é dois carros, um motorizado, 50% de motorização. Enfim, os mais modernos trens! Estamos entregando seis vezes oito carros, 48 carros. E eles vão servir a Linha 8! A Linha 8 é que vai daqui até Itapevi, passa por Osasco, Carapicuíba, Jandira. A Linha 8, então, recebendo seis trens e mais oito carros. Não acabou ainda! Temos mais nove trens para entregar, novinhos, até o fim do ano. Nove trens vezes oito, mais 72 carros. Aí eles irão para o outro lado. Hoje é para a linha oeste, o próximo para a linha leste. Vai até Suzano. A segunda boa notícia é o início de uma grande obra, que é a ligação da Linha 9, que passa na Marginal do Rio Pinheiros e para em Grajaú. Ela está parada ali em Grajaú. Nós vamos prolongar mais duas estações, Estação Vila Natal, Mendes e Varginha. Todas com bicicletário... Quantos quilômetros dá, Jurandir? Dá mais 4,5 km de ferrovia. Então, a CPTM, que tem 264, vai para 269 km de ferrovia. Começa hoje a obra, a gente espera até dezembro estar pronta, mais 4,5 km, mais duas estações na zona sul de São Paulo, Estação Mendes, Vila Natal com bicicletário, e a Estação de Varginha, também com bicicletário, Floriano, chegando até o extremo da zona sul. Grande economia, essa obra estava prevista no seu custo para... A previsão era R$ 399 milhões, contratamos por R$ 274 milhões. Uma economia de R$ 125 milhões! 25% de desconto! A terceira boa notícia é o trem para Guarulhos, para o Aeroporto de Cumbica. Ele sai de Engenheiro Goulart, é uma grande obra, é uma nova linha, é a décima segunda linha, chama 13. Mas é a décima segunda, porque a Linha 6 ainda não existe, então são cinco linhas de metrô e essa é a sétima linha da CPTM. Essa linha, ela vai sair de Engenheiro Goulart, ela tem, o primeiro trecho de Engenheiro Goulart, 4,2 km em superfície. O segundo trecho, 5 km elevada, porque ela vai passar sobre o Parque Ecológico, sobre o Rio Tietê, sobre a Ayrton Senna e sobre a Dutra. O terceiro trecho, ele também é elevado, e vai ter a Estação CECAP, nós teremos uma estação já em Guarulhos, a CECAP. Finalmente o quarto trecho, ele chega até o Aeroporto de Guarulhos. Então, as pessoas vão poder ir para o aeroporto de trem. Ao todo, dá quantos quilômetros? 11,8! Então. 269 mais 11,8, nós vamos passar de 280 km de ferrovia aqui em São Paulo, e mais quatro estações, duas na zona sul, Vila Natal e Varginha, duas para o lado leste, CECAP e Guarulhos. Então, quem precisar ir para o Aeroporto de Guarulhos vai de trem. A obra era... Engenheiro Goulart, também uma nova estação. Então, são três estações novas: Engenheiro Goulart, que vai fazer uma nova, CECAP e Guarulhos. O previsto era R$ 1 bilhão, 507 milhões, os quatro lotes, quatro concorrências, contratamos por R$ 1 bilhão e 98 milhões. Economia de R$ 409 milhões! Desconto de 27,15%! Só economia da Linha 13 deu para fazer toda a zona sul. Ambas as obras, a ordem de serviço está sendo dada hoje, agora é correr com a obra! No caso de Varginha, são 15 meses. No caso de Guarulhos, 18 meses de obra. E a entrega também de mais seis trens zero quilômetro, 48 carros. Queria agradecer aqui ao Floriano Pesaro. Diz que São Paulo não tem vereador, tem senador, não é? Vereador aqui da capital! O João Caramez, que é um deputado dos trilhos, de Itapevi, terra servida pelo trem. Aliás, o trem agora, ele vai até Amador Bueno, mais oito quilômetros. Então, é 270 mais 8. Nós vamos nos aproximar de 300 quilômetros, a CPTM! Lá são duas estações ou uma só? Duas estações, de Itapevi até Amador Bueno. Quem foi Amador Bueno? Alguém lembra ou não? Amador Bueno, no século XVI, ele era um espanhol muito rico. Então, os espanhóis de São Paulo declararam Amador Bueno rei de São Paulo. Tem um quadro no Palácio dos Bandeirantes que se chama “Aclamação de Amador Bueno, Rei de São Paulo”. Aí ele foi leal ao rei de Portugal, Dom João III, e não aceitou! E aí São Paulo, então, ao invés de ter o reinado próprio e o rei seria o Amador Bueno, que foi aclamado rei de São Paulo, continuou ligado a Portugal. Quando o primeiro ministro da Espanha, o... Como é o nome dele, que foi primeiro-ministro? O ex-primeiro-ministro da Espanha, ele veio aqui à São Paulo, ele fez o discurso dizendo: “Fiquem tranquilos, paulistas, não venho em nome da Espanha requerer os direitos de Amador Bueno.” Que a rigor, ele foi aclamado rei de... Mas o trem chegará ao ex-rei Amador Bueno, lá em Itapevi. Agradecer a Osvaldo Vergínio, também do trem, porque ele é de Osasco. Aliás, Osasco tem uma estação novíssima lá, uma maravilha, vai ganhar mais uma estação! O Arnaldo Faria de Sá tem nos ajudado muito, é um lutador também, além do transporte de alta capacidade dos idosos, nós estamos fazendo aí uma redução de idade e no caso do ônibus, também permitir a gratuidade para os ônibus intermunicipais. Agradecer à equipe toda do Mário Bandeira. Dá um passinho aqui, Mário! Nós temos um slogan, viu? “É dos carecas que elas gostam mais”. Agradecer aí ao Mário Bandeira, a sua equipe toda da CPTM! O Mário Covas dizia que a menina dos olhos do Governo era a CPTM. A CPTM transportava 600 mil passageiros/dia, hoje três milhões. Há vinte anos atrás, a gente transportava 600 mil passageiros/dia, hoje três milhões. Agradecer o Jurandir Fernandes, nosso secretário de Transportes Metropolitanos. A Linamara Battistella, secretária, a Linamara está sempre trabalhando para garantir o direito das pessoas com deficiência! Ônibus com elevador, trem com acessibilidade, avião com ambulift. O ambulift é um aparelho que põe a cadeira de roda dentro do avião. E o Centro Paraolímpico. Antes, uma pessoa na cadeira de roda tinha que ser carregada no colo para ir para o avião onde não tem finger, agora todos os aeroportos do Estado, aeroportos regionais têm o ambulift, e aqui nos trens também. Mas especialmente deixar um grande abraço aqui para todos vocês, para quem é da CPTM, vocês trabalham em uma empresa que é um orgulho de São Paulo pelo serviço, pela importância do serviço que presta ao povo de São Paulo, e dizer aos nossos usuários, nós estamos trabalhando aí 24 horas para melhorar o serviço! Muito obrigado! Capital