Discurso - Assinatura de convênio do “Programa Recomeço”, anúncio do AME e do CRI, inauguração do posto fixo do Via Rápida Emprego e assinatura de protocolo de intenções com o Ministério da Ciência e Tecnologia 20130409

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Assinatura de convênio do “Programa Recomeço”, anúncio do AME e do CRI, inauguração do posto fixo do Via Rápida Emprego e assinatura de protocolo de intenções com o Ministério da Ciência e Tecnologia

Local: Campinas - Data:09/04/2013

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Boa tarde! Boa tarde a todas e a todos! Estimado prefeito de Campinas, Jonas Donizette; vice-prefeito, Henrique Magalhães Teixeira; vereador [ininteligível]; presidente da câmara, saudando aqui todos os vereadores; Dr. Luiz Antônio Alves Torrano, diretor do fórum, juiz de Direito; deputada federal, Aline Corrêa; deputado estadual, Cauê Macris; secretária do estado e da justiça, Eloísa Arruda; da saúde, Giovanni Cerri; do desenvolvimento social, Rodrigo Garcia; do desenvolvimento econômico, Luiz Carlos Quadrelli; da gestão pública, Davi Zaia; recursos hídrico, Edson Giriboni; e desenvolvimento metropolitano, Edmundo Mesquita; prefeito de Nova Odessa [ininteligível]; prefeito de Vinhedo, Milton Serafim; prefeito de Holambra, Fernando Godoy; prefeito em exercício de Monte Mor o Rogério; Dr. Rogério Menezes, secretário municipal do Verde e do Desenvolvimento Sustentável; Maria Helena [ininteligível] de Castro, diretora do [ininteligível]; professora [ininteligível] do Centro Paula Souza; Dr. Antônio José Roque da Silva, diretor do laboratório nacional de luz – Síncrotron; Anibio Lara Romeo, presidente da Sanasa; diretores da Sabesp, Manuelito Magalhães e do Affonso; Dr. Licurgo Nunes Costas, diretor do Dinter; coronel Carlos de Carvalho Júnior, comandante do CPI-II; Dr. José [ininteligível] Neto; Mário Saab, diretor da Faculdade de Medicina; secretários municipais; profissionais na área de saúde; lideranças; amigas e amigos. A primeira conquista importante pra Campinas e pra São Paulo é a compra de uma área do lado do projeto do Ministério de Ciência e Tecnologia, o Síncrotron, que é o laboratório de luz, Síncrotron, né, o acelerador linear. Nós vamos comprar a área, assinamos hoje o decreto, o governo de São Paulo vai pagar R$ 23,5 milhões, e com isso esse projeto virá para Campinas, são R$ 650 milhões de investimento do governo federal, do governo estadual, do BNDES, da FAPESP, da Petrobrás, enfim, uma somatória de investimentos. Acelerador linear, acelerador de elétrons, pesquisa importante para a área do Pré-Sal, de petróleo, Medicina, tratamento de câncer, Química, Farmacologia, um dos grandes investimentos do Brasil que consolida Campinas com o grande centro de pesquisa, desenvolvimento e tecnologia de vanguarda. A segunda boa notícia é a Unicamp, disse bem o prefeito Jonas, a Unicamp tem um milhão de metros quadrados, e o decreto de utilidade pública agrega mais 1,4 milhão de metros quadrados, uma nova Unicamp praticamente [ininteligível]. A terceira boa notícia é o Via Rápida, são cursos rápidos, de dois meses, quem tá desempregado o governo paga uma bolsa de R$ 330,00 pra fazer o curso, cursos na área da construção civil, gastronomia, pedicure, manicure, imagem pessoal, serviços, e o prédio ficou pronto, na Etec Conselheiro Antônio Prado, e lá na Etec Conselheiro Antônio Prado já começa a funcionar a partir de maio, com 12 turmas, os cursos do Via Rápida, e também do lado já está em obra a FATEC. Então Campinas terá desde curso rápido, que não precisa ter diploma, não tem vestibular, com bolsa de estudos, passando pelo técnico, tem duas Etecs, a Faculdade de Tecnologia fica pronta em fevereiro, no ano que vem, e a Unicamp ampliada em pesquisa e desenvolvimento através do grande polo do Laboratório Nacional de Luz Síncrotron, que é uma conquista importante. A outra boa notícia é essa união de duas grandes empresas, a Sabesp é uma empresa estatal, é a maior empresa de saneamento básico do mundo, e a Sanasa, é uma empresa também estatal do município do povo de Campinas, e elas se unem através de uma SPE, uma sociedade de propósito específico pra poder levar outras regiões de São Paulo, saneamento básico, pra universalizarmos o saneamento básico no estado. A outra boa notícia é pros idosos. O Brasil que era um país jovem, hoje é um país maduro, caminha pra ser um país idoso, então nós temos o CRI, que tem, não é só saúde, ele tem toda parte médica, odontológica, prótese, exame, tratamento, mas ele tem também a parte de lazer, tem pedicure, manicure, biblioteca, internet, banda larga, salão de baile, políticas públicas do seu conjunto para os idosos. São Paulo é um estado amigo do idoso, então pela primeira vez o CRI, que nós já temos em São Paulo, em São Miguel Paulista e no Mandaqui, virá para Campinas como primeiro passo saindo de São Paulo. A segunda é o AME, que vai ajudar as unidades básicas de saúde a terem mais resolutividade, porque ninguém sabe tudo hoje, então Medicina, são equipes multiprofissionais, precisa ter médico, psicólogo, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, enfermeira, assistente social. Então, o AME ele, esse prédio aqui, esses galpões abandonados vão ser um grande centro pra irradiar saúde de graça e com qualidade pra população, teremos aqui o maior AME de São Paulo, isso ajuda as UBS pra ter mais resolutividade, e desafoga os hospitais, porque muita gente que vai pro hospital vai resolver aqui, fazendo pequenas cirurgias, exames, tratamentos, diagnóstico, no ambulatório médico de especialidades. E finalmente, queria trazer uma palavra tranquilizando a todos e até esclarecendo, que o CRATOD em São Paulo não fez nenhuma internação compulsória, zero, não teve nenhuma internação compulsória. O que nós temos o dever de fazer é não nos omitirmos. Foi pela omissão que o Brasil se tornou o maior consumidor de crack do mundo e o segundo maior consumidor de cocaína. Em São Paulo não se omite, nós damos a mão para o jovem, para a família. Quem é rico não precisa da ação do Governo, tem R$ 20 mil por mês para internar o seu filho numa clínica, mas as famílias mais pobres não tem esse dinheiro. A saúde mental há um grande preconceito em relação a ela que precisa ser esclarecido. Saúde mental é igual a medicina como um todo, 90% dos casos é ambulatório, é consultório, é ambulatório, não há necessidade de internação. A mesma coisa. Mais tem uma parte menor que precisa de internação. E no caso do crack a doença é crônica, e recidivante, é difícil o seu tratamento. Então, em São Paulo, nós em 70 dias tivemos 519 internações, nenhuma compulsória. 519. E tivemos três mil abrigamentos, e tivemos três mil abrigamentos em casa transitória, abrigos, comunidades terapêuticas. Aliás, Campinas é em exemplo com o padre Haroldo e as comunidades terapêuticas. O nosso dever é trabalharmos. São Paulo não se omite, é fácil se omitir, mas nós vamos dar a mão para as mães, para os pais, para os filhos. E deputada Aline Corrêa, amanhã vai ser votado um projeto de lei, dobre a pena para traficante de droga, dobre a pena lá em Brasília. O traficante de droga ele não rouba só dinheiro, ele rouba a vida porque as pessoas estão morrendo nas calçadas, estão morrendo pelo crack, pela droga. De um lado polícia, cadeia dura para traficante, de outro lado tratar quem está doente. Dependente químico é doente e precisa ter tratamento, e nós vamos oferecer esse tratamento. Casa transitória, ambulatório, e aqueles casos que precisarem, internações curtas, 45, 60 dias. E o acompanhamento dos casos, emprego, qualificação profissional, um novo projeto de vida para os nossos jovens. A minha palavra é de agradecimento. Sempre uma grande obra é fruto de muitas mãos. E quero aqui agradecer, agradecer a OAB, nossa parceira, Defenderia Pública, Poder Judiciário, Ministério Público, secretários de Estado, deputados, Aline, Cauê e as nossas bancadas e especialmente uma jovem e grande liderança de São Paulo, que é o Jonas Donizete. Esse jovem que está trabalhando, que tem coragem e que sabe fazer as coisas. E a minha mensagem principal é para as mães, para os pais, para os filhos: podem confiar que nós vamos dar a mão às famílias para poder dar oportunidade ao jovem a sua recuperação. Hoje nós fortalecemos o programa Recomeço, é o recomeço de uma nova vida.