Discurso - Cerimônia de posse do novo Procurador Geral de Justiça 20161806

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Cerimônia de posse do novo Procurador Geral de Justiça

Local: [[]] - Data:Junho 18/06/2016

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Quero cumprimentar o ministro Henrique Ricardo Lewandowski , presidente do Supremo Tribunal Federal, STJ. Procurador-geral de Justiça de São Paulo, que assume o cargo, Gianpaolo Borges Smanio. Sua esposa Cíntia, seus filhos Maria Carolina e Gianpaolo. Seus pais Heloísa e Dr. Luiz Antônio. Dr. Márcio Elias Rosa, procurador-geral de Justiça do estado que deixa o cargo. E hoje, pra honra de São Paulo, nosso secretário da justiça e defesa da cidadania. Ministros de estado, Alexandre de Mores, chanceler José Serra, ministro Toquarto Jardim. Presidente da Assembleia de São Paulo, deputado Fernando Capez. Desembargador Ademir de Carvalho Benedito, Tribunal de Justiça. Governador Lembo. Senador da República, Aloysio Nunes. Deputado Federal Agnaldo Faria de Sá. Ministro Herman Benjamin. Presidente da Câmara da nossa cidade, Antônio Donato. Nosso anfitrião, reitor da universidade, Dr. Benedito Guimarães Aguiar Neto. Autoridades aqui nominadas, lideranças aqui nominadas, amigas e amigos. Ao saudar o novo procurador-geral de Justiça, Dr. Gianpaolo Borges Smanio, expressando a ele e toda a sua equipe, desejo de pleno êxito, quero cumprimentar e homenagear os membros do Ministério Público paulista, promotoras, promotores, procuradores, e procuradores de justiça. É tempo de prestar saudações efusivas ao Ministério Público Brasileiro e ao trabalho. Que em São Paulo e no Brasil essa instituição vem realizando dia a pós dia. Não é apenas nos tempos de crise, crise ética, política, econômica, mas em toda e qualquer circunstância, social e política, que o Ministério Público desponta indispensável e essencial a concretização dos mais elevados valores democráticos e republicanos. Não há estado democrático de direito sem Ministério Público independente e autônomo. Foi longa e rica a trajetória do nosso Ministério Público até os tempos atuais e até a confirmação constitucional que hoje detém. Já a atuação criminal sempre decisiva em nome da justiça pública, responsável pela aplicação da lei penal e repressão a todas formas de lícitos, passando pela defesa da infância e juventude, do meio ambiente, do consumidor, da moralidade e do patrimônio público. A promotora e o promotor de justiça esgrima em seus deveres e executam suas atribuições. Sempre legitimados pelo interesse pública e pela justa expectativa da sociedade paulista e brasileira. O Ministério Público Paulista, com seus mais de dois mil promotores e procuradores, mais de cinco mil colaboradores, ocupa papel de destaque no ambiente jurídico. Tem voz, vez, e se faz sempre respeitado. Presto assim homenagem ao Dr. Gianpaolo Borges Smanio, procurador-geral de justiça, que inicia o seu mandato. Ingressou no Ministério Público em 1998, tendo atuado em Iguape, Cunha, Franco da Rocha, Jundiaí, Guarulhos, Poá e na capital. Nas promotorias de justiças criminais do júri e do patrimônio público. É procurador de justiça e integrou o conselho superior, e o órgão especial do colégio de procuradores, além de ter ocupado cargos de expressão na sua entidade de classe. Dr. Smanio traz experiência acumulada nas vezes em que atuou no gabinete de Procuradoria-Geral de Justiça, tendo assessorado três procuradores gerais, Dr. Filomeno, Dr. Marrei, Dr. Grella, além de ter sido sub-procurador geral de Justiça na gestão do Dr. Márcio Fernando Elias Rosa, a quem agora sucede. Professor, cientista do direito. O Dr. Smanio, antes de tudo, é um atuante e eficiente membro do Ministério Público. O período recente do Ministério Público Paulista foi bastante rico de crescimento e de expansão, isso são exemplos para as promotorias de justiça regionais. A promotoria especializada no enfrentamento à violência doméstica, a expansão das sedes próprias por todo o estado, as novas carreiras de colaboradores, a expansão de receitas encaminhadas para o fundo de modernização da instituição, as grandes campanhas contra a PEC 37 e em favor da tolerância. Cumprimento o Dr. Márcio Elias Rosa pelo êxito em seus dois mandatos, inscritos na história do MP Paulista e brasileiro. A experiência Dr. Smanio, seu reconhecido compromisso com a causa pública, com o interesse público, sua capacidade de trabalho permitirão todos saberem disso que o Ministério Público do estado de São Paulo prossiga na sua atuação de vanguarda e de paradigma entre as instituições democráticas do Brasil, ao lado de outras que integram o nosso sistema de justiça, poder judiciário, advocacia, a defensoria. O novo procurador-geral de Justiça, porque detém vasta experiência administrativa e é conhecedor das potencialidades da instituição, que agora passa a representar, saberá eleger suas prioridades. E atuar para que o biênio seja marcado por grandes e importantes conquistas. Contará sempre com o apoio e as contribuições do poder executivo estadual. Desejando sucesso ao novo procurador-geral de Justiça, presto minhas homenagens a todo Ministério Público paulista e brasileiro. [[]]