Discurso - Descerramento de Placa das Obras de Duplicação da SP 079 - 20123007

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Transcrição do discurso no Descerramento de Placa das Obras de Duplicação da SP 079

Local: Salto - Data: 30/07/2012

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Bom dia. Cumprimentar o nosso prefeito anfitrião, o prefeito de Salto, José Geraldo Garcia; deputado federal, Missionário José Olímpio; deputados estaduais; deputada Rita Passos; deputado Rogério Nogueira; deputado Rodrigo Morais; prefeito de Itu, para onde nós estamos indo em seguida, o Herculano Passos Júnior; Dr. Clodoaldo Pelissioni, superintendente do DER; Dr. Alfredo Moreira de Souza Neto, diretor Regional do DER; Major Adilson Marinho da Silva, comandante do Batalhão; o Júnior Barbosa, Diretor Eplan; secretários municipais; representantes de associações; lideranças; amigas e amigos. É uma grande alegria voltar a Itu, cidade muito acolhedora, hospitaleira, uma bela instancia turística, uma das mais bonitas cidades de nosso estado. Entregar uma obra necessária que é a duplicação da SP ligando aqui Salto até Itu. Uma obra importante com ciclovia e lançarmos uma outra obra importante. Aliás, são cinco obras nesse complexo que o DER vai licitar. A nova ponte sobre o Rio Tietê, uma ponte estaiada, uma ponte estaiada. Aí a duplicação do trevo até a ponte, então são mais 600m de duplicação da rotatória até a ponte. Depois a ponte sobre o Rio Jundiaí, uma nova ponte. E a duplicação entre as duas pontes. Tá certo, xará? Então são quatro obras. A nova ponte estaiada, a duplicação da rotatória até a ponte, a duplicação entre as duas pontes e a ponte sobre o Rio Jundiaí. E eu brinco com o Geraldo, a Torre Eiffel de salto. Que o elevador tem 30 e quanto? 34m de altura. Estará dentro do projeto da ponte. Nós estamos nos trechos mais bonitos do Rio Tietê. E quero aqui reiterar o no compromisso, tá indo bem com a questão do tratamento de esgoto. A poluição do Tietê não é indústria, ela é esgoto sanitário não tratado. A indústria já tá resolvido esse problema. E o grande problema é São Paulo, é a região metropolitana. Onde nós temos 20 milhões de pessoas, é a terceira região metropolitana do mundo. Só perde para a Grande Tóquio, que tem 32 milhões e Nova Deli, na Índia, que tem 21 milhões. Nós somos a região metropolitana é maior do que Mumbai, na Índia, maior do Nova York, maior do que a Cidade do México, maior do que Xangai. E ali está a dificuldade e pouca água. Porque quando se compara o Tietê com o Sena, em Paris, com o Tâmisa, em Londres, são rios perto do mar, rios de foz. Nós de São Paulo somos rio de cabeceira, pouquíssima água. Nasce ali em Salesópolis 700m de altitude. Se São Paulo tivesse lá na barranca do Paraná e Panorama, não tinha poluição porque diluía. Então o esforço é maior, mas está indo muito bem. E eu acho que no final do nosso mandato, nós já vamos tá com mais de 90% de esgoto coletado em região metropolitana, mais de 83% tratado. E mais uns quatro aninhos, nós vamos ter limpo o Rio Tietê. E a outra obra importante do Tietê é a hidrovia. A Hidrovia está parada em Anhembi, ela tá parada em Anhembi, mas ela tem 2.400km de extensão. E nós pretendemos triplicar o movimento da hidrovia. Assinamos com o Governo Federal, com a presidenta Dilma, um convênio de R$ 1,5 bilhão, participação do Estado e do Governo Federal. E nós vamos fazer a hidrovia chegar a Artemis, em Piracicaba e chegar a Salto. Isso vai dar um impulso na cidade sobre o ponto de vista de lojista extraordinário. Então de um lado a limpeza do Rio Tietê. Nós todos somos apaixonados pelo Peixe, não é isso Clodoaldo? Nem todos, não é? Mas recuperar o rio para ele ficar bastante piscoso e trazer a hidrovia até aqui. Quando é que licita abra da ponte? Fim de agosto? Então até o final de agosto está licitada a obra, essas cinco obras. E 90 dias? E até ainda no segundo semestre a gente vem inaugurar a delegacia e vem fazer já o início das obras, a pedra fundamental aí dessa importante obra para a cidade. Fico muito feliz. Daqui nós estamos indo a Itu e vamos homologar uma outra grande obra, que é a duplicação de Itu até Sorocaba. Ali mostra bem no mapa, já tem o trechinho de 5,5km duplicado que será todo ele... Já foi recuperado. E agora vamos duplicar e também com ciclovia, então vamos fazer a ligação entre Sorocaba até Itu. Tivemos aqui no final do ano para inaugurar o AME, que tá indo bem, né, Geraldo? Tá indo super bem. Quero aqui agradecer ao Clodoaldo, tá fazendo um bom trabalho no DER. Ele falou o prefeito da nossa fama de econômico, né? Meu pai dizia o seguinte: gasta dinheiro fácil, quem ganha dinheiro fácil, né? Nós na vida pessoal não ganhamos dinheiro fácil. E com o dinheiro do povo a responsabilidade ainda é maior. Nós tínhamos 12.000km de rodovias com manutenção com o setor privado... 12.000. nós aumentamos para 15.600km as rodovias com manutenção terceirizada. E o valor? R$ 85 milhões a menos por ano. Aumentamos de 12.000km para 15.600km a rodovia com manutenção e economizamos R$ 85 milhões. Esta obra aqui da ponte, eu brinco com o Geraldo. Quero aqui agradecer aos nossos deputados. Missionário José Olímpio trabalha por São Paulo lá em Brasília, no Congresso. A deputada Rita Passos, que é daqui da região. O deputado Rogério Nogueira, que também é aqui da região. Votado enormemente aqui em Salto. O deputado Rodrigo que é também aqui da região de Itu. Agradecer ao Herculano, nós estamos indo agora lá para Itu. Agradecer ao xará. E dizer o seguinte, o papa ele é chamado de Pontífice porque ele constrói ponte entre a terra e o céu. Por isso que ele é chamado de pontífice; ele faz a ponte entre a terra e o céu. Então a ponte nós podemos dá o nome de Geraldo I, xará, viu? Só tem uma observação, nós só garantimos passar para o outro lado da margem, chegar no céu não dá, né? Aí é por conta de cada um, né? Parabéns, Salto.

Um grade abraço a todos.