Discurso - Entrega da primeira etapa da Estação Suzano da CPTM 20161102

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Entrega da primeira etapa da Estação Suzano da CPTM

Local: [[]] - Data:Fevereiro 11/02/2016

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Bom dia! Bom dia a todas e a todos! Cumprimentar o nosso prefeito Paulo Tokuzumi, prefeito de Suzano; vereador Denis Claudio da Silva, presidente da Câmara, saudando aqui todos os vereadores e vereadoras; deputados estaduais, o André do Prado e o Estevão Galvão, que falou em nome da assembleia; Clodoaldo Pelissioni, secretário do Estado de Transporte Metropolitano; prefeito de Mogi, Marco Bertaiolli, presidente do Condemat, do consórcio da região pra onde nós estamos indo em seguida; prefeito de Itaquaquecetuba, Dr. Mamoru; de Ferraz de Vasconcelos, José Isidro; Paulo Magalhães, presidente da CPTM; diretores da CPTM de engenharia e obras, o Carlos Roberto dos Santos, operações e manutenção, Vitor Wilson Garcia; supervisor-geral aqui da estação de Suzano da CPTM, o Carlos Henrique Romano; o Daniel Filar Jr., diretor da área de obras da Mendes Júnior, em nome de quem quero saudar aqui todos que trabalharam nesta importante obra; o Pedro Pataro Jr., diretor do CDP; o Dr. Wellington Santos, presidente da OAB; amigas e amigos. Estevão Galvão tem razão, hoje é um dia de grande emoção e de grande alegria. E que estação caprichada, viu, Paulo Tokuzumi? Olha, é uma...

[aplausos]

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Mas você vê que só basta a gente elogiar, já pisou na bola, vai ligar direto com o Corinthians. Mas uma beleza. É uma das maiores, eu tenho ido muito a CPTM, é uma das maiores e melhores estações do nosso estado. E tinha que ser assim, porque a cidade de Suzano, até o seu nome, que eu aprendi hoje, está ligado a ferrovia, o engenheiro que construiu a primeira estação no início do século passado. E hoje, uma estação nova, 100% de acessibilidade, acessibilidade universal, elevadores em cada acesso, elevadores na plataforma, escadas rolantes, toda a modernidade, conforto, segurança para o nosso usuário do trem aqui da CPTM. E duas boas notícias: a partir de amanhã nós teremos mais seis trens do expresso leste pra evitar baldeação, atendendo Suzano até Mogi.

[aplausos]

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: Isso é 20% a mais, 20% a mais de trem, 20% a mais de horários chegando até a estação Estudantes, em Mogi, e evitando lá a baldeação. E a segunda boa notícia: em março, portanto, já no mês que vem, a Linha 11 receberá mais dois trens novinhos, 0Km. Cada trem tem oito carros, então são 16 carros novos a mais com ar-condicionado, sistema de frenagem mais moderna, motorização maior, ele é mais rápido. O trem antigo, cada três carros tem um motorizado, o novo, cada dois carros, um motorizado, passa de 33% pra 50% de motorização. E vagão contínuo, Paulo, então, a pessoa está no primeiro carro com o trem andando, ela pode ir até o oitavo carro, tudo contínuo, muito mais conforto e muito mais segurança pra quem se utiliza do transporte metroferroviário aqui em São Paulo. Nós compramos 65 trens, Estevão, fizemos uma licitação internacional, André, veio a Hyundai, a Hyundai ferroviária, montou uma nova fábrica, vai ser inaugurada agora, 23... Fevereiro ou março? Vinte e três de março. Uma grande fábrica em Araraquara, de trens, então ganhamos uma fábrica nova, e duas... dois consórcios venceram, a Hyundai vai entregar 30 trens, 240 carros, e a CAF vai entregar 35 trens, 290. É isso mesmo? Duzentos e quarenta mais 50, 290 carros. Duzentos e oitenta, né? Oito vezes cinco, 40; 280. Duzentos e quarenta uma, 280 a outra, 540 carros, nós vamos receber até 2017. Chegarão agora, começam a chegar os primeiros carros, dois em março, dois trens, 16 carros novinhos, o que há de mais moderno aqui pra Linha 11. E a partir de amanhã, mais seis trens no expresso leste, melhorando a integração ferroviária e o conforto pra população.

[aplausos]

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Entregamos a estação de Ferraz de Vasconcelos, já está entregue, vamos entregar em seguida a estação de Poá, Poá. E essa aqui, como ela é muito grande, então nós vamos fazer ainda uma segunda obra que será licitada agora em março. Mas a partir de amanhã, toda ela já tá funcionando pra servir a nossa população. E quero aqui destacar uma boa notícia também para os pais e para os estudantes. Nós acabamos de terminar o Saresp, é o Sistema de Avaliação da Rede de Ensino do Estado de São Paulo. O Saresp é formado por uma prova chamada Idesp que é de língua portuguesa e matemática, português e matemática, todos os alunos fazem de todos os anos, e o fluxo leva em conta a reprovação e abandono, quanto menor o abandono, a evasão escolar e a reprovação, o aproveitamento, e o Idesp que é a prova. Então, nós tivemos em 2014, o ciclo um aqui na diretoria de ensino tivemos 4,19, é ponto, não é nota, é ponto, 4,19. Esse ano, 4,44, então, um belo salto no ciclo um do ensino fundamental, que é do primeiro ao quinto ano. O ciclo dois passou de 2,49 pra 2,89, também deu um salto no ciclo dois que é do sexto ao nono ano do ensino fundamental. E no ensino médio, de 1,52 pra 1,83, ou seja, os três níveis, ciclo um, ciclo dois e ensino médio, uma grande melhora, especialmente na prova que os alunos fazem que é de português e de matemática. Nós estamos indo pra Mogi inaugurar a delegacia seccional de polícia e a delegacia de defesa da mulher. E estamos entregando lá, 36 viaturas 0Km, sendo que oito delas são pra Suzano, para a polícia... Novinha, 0Km, carros grandes, geralmente os carros são... Como é que chama esse... Esse Hilux. Tudo carro com diesel, quatro policiais, viaturas novinhas, zero quilômetro, estamos entregando das 36, oito aqui para Suzano, a região toda receberá, fora os carros também comprados que a gente não traz para mostrar porque ele é carro de investigação, que é carro descaracterizado, ele não é caracterizado, mas é importante para o trabalho de investigação e o trabalho da polícia civil. Quero deixar um grande abraço, agradecer ao Clodoaldo. Dá um passinho, Clodoaldo. O prefeito de Nova York antes do Bloomberg, era o Giuliani, Rudolph Giuliani, ele tem um livro muito interessante, e ele diz assim no livro: “Preparem-se sem descanso, cerque-se das melhores pessoas, prometa de menos e entrega de mais e não esqueça dos funerais.” Esse é o início do livro. “Preparem-se sem descanso, cerque-se das melhores pessoas...”. Esse menino é um craque da GV, foi para o DER, acertou lá o DER. Quando o Saulo saiu para ser secretário de governo levei-o para a Secretaria dos Transportes, fez um belíssimo trabalho. Ali eu falei: o maior desafio que nós temos é mobilidade na região metropolitana. É a terceira maior região metropolitana do mundo. A primeira maior do mundo é a Grande Tóquio, tem 32 milhões de pessoas. A segunda é Mumbai, na Índia, e a terceira é a Grande São Paulo, 22 milhões de pessoas em oito mil quilômetros quadrados. Então o problema de mobilidade urbana é o desafio mundial, e só tem um caminho, é transporte de alta capacidade e de qualidade, é metrô, trem, trem, metrô e integrado ao sistema de pneu. Integrado ao sistema de pneu. Então, levamos lá o Clodoaldo, está fazendo um belíssimo trabalho, montou uma boa equipe lá com o Dr. Paulo.

[aplausos]

E o Mário Covas ele dizia: “A menina dos olhos do Governo é a CPTM”. A CPTM é uma joia, uma joia que tem mais de cem anos. E o povo gosta, todos nós gostamos. Passamos de 800 mil passageiros por dia... Quanto? Três milhões de passageiros/dia, e estamos permanentemente investindo. Estamos trazendo uma linha nova de trem para o Aeroporto de Guarulhos. Vai poder ir de trem até dentro do Aeroporto de Guarulhos. A obra está bem adiantada. Uma nova linha de metrô dentro do Aeroporto de Congonhas, a Linha 17. Quem passar lá na Avenida Roberto Marinho verifica. Reformando todas as estações. Não é reforma, são estacoes praticamente novas. E trocando os trens, trazendo o que há de mais moderno em termos de trem para servir bem a população. E no momento que está todo mundo sem dinheiro, porque governar com dinheiro é moleza, é fácil, agora, governar sem dinheiro, olha, é suar a camisa. E nós não diminuímos os investimentos em São Paulo. Queria agradecer os nossos deputados, o Estevam Galvão, líder do seu partido na Assembleia Legislativa, deputado que trabalha intensamente pelo alto Tietê. O André do Prado. Ele é menor de idade, mas é extremamente experiente, faz aí um bom trabalho, uma boa dupla aqui trabalhando pela região. E em especial, agradecer ao nosso prefeito Paulo Tokuzumi, engenheiro das boas causas, e especialmente, a presença de cada um de vocês. É a presença hospitaleira, carinhosa de cada um de vocês que é a energia, não é, é a energia que a gente precisa para acordar ainda mais cedo e trabalhar mais ainda em benefício da população do nosso estado e ajudar o Brasil. Muito obrigado. [[]]