Discurso - Entrega de unidades habitacionais da CDHU 20131904

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Entrega de unidades habitacionais da CDHU

Local: Rinópolis - Data:19/04/2013

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Boa tarde a todas e a todos. Cumprimentar o nosso prefeito Valentim; a Silvia, presidente do Fundo Social de Solidariedade; vice-prefeita Graziela; vereador Cláudio, presidente da Câmara; deputados Mauro Bragato, Dilador Borges e Orlando Morando; Marcos Pelino, da Habitação; o Barreto, da Gestão Pública; prefeito de Acril, Cláudio Oswaldo Cruz, o Edmar; [ininteligível]; Salmorão, Zé Luís; Piacatu, Bonfim; Parapuã, o Samir; Guararape, o Dedinha; Diamantina, o Ivo; Pompeia, o Açuda; Herculândia, o Leninho; Druziane, o Rogério; Clementina, a Célia; Peixaporão, o Aristeu; e Tupã, o Manuel Gaspar. Doutor Luiz Antônio Rave; doutor Flávio Delgado de Mello, delegados; coronel Marcos Leite; o Ladeira, da CDHU; o Valtinho, nosso diretor regional do ERPLAN; o provedor da Santa Casa, João Aparecido Nunes; os familiares do Toninho Reis; a Rosinei, os seus filhos, o Paulo, a Inayara e a Laurie; a Érica, que aqui falou em nome dos mutuários, dos moradores; o Augusto Soares Pereira, presidente da APAE; e ao nosso jovem que entregou a lembrança, muito obrigado. Dona Lurdinha. Quero saudar o projeto De Bem com a Vida, obrigado pela presença. A banda saldando o regente Hélio; secretários; lideranças da comunidade; amigas e amigos. Vou pedir licença que eu estou voando para a missa lá de Santo Expedito, o meu pai ensinou que em missa a gente não chega atrasado, né? Mas rapidamente eu queria trazer um abraço, cumprimentar as 108 famílias que estão recebendo a chave, já vou pedir a ligação de água e de luz, que já vão mudar para casa nova. Vocês estão de parabéns, as casas são de melhor qualidade, não tem no Brasil programa habitacional como esse, três dormitórios todas as casas, pé direito mais alto, piso cerâmico, caixilho de alumínio, azulejada, conjunto habitacional, calçada, asfalto, luz, iluminação, saneamento, toda a infraestrutura, vai ter a quadra poliesportiva. Vamos fazer uma quadra de vôlei, basquete, futebol de salão, fechar a quadra, aí, Penido. O Penido já vai, rapidamente, providenciar, aí, a quadra e em 90 dias, vocês cobrem, hein? 90 dias, o aquecedor solar, a energia solar. Todas as 108 casas, vai instalar a energia solar, 90 dias está instalado, então vai economizar luz. Por que gasta luz? É chuveiro, não é isso? Então, pondo a energia solar, a conta de luz para o resto da vida cai, a pessoa vai fazer uma economia a vida inteira. Quanto é o aluguel aqui de uma casa em Rinópolis? Quanto é? R$ 200? R$ 300? R$ 400? Olha aí, aqui vai pagar, quem ganhar um salário, R$ 101,00 para ser dono da casa, então 108 famílias realizando o sonho da casa própria. Gente rica, não falta casa. Eu observo revista e jornal, gente comprou casa de R$ 1 milhão, R$ 3 milhões, R$ 4 milhões, difícil é quem vive de salário poder comprar casa, poupança é muito alta, prestação é muito elevada e nós só fazemos casa para quem não tem casa e para famílias que têm menor renda. São Paulo é o único estado do Brasil que põe 1% do ICMS só para habitação popular, estamos chegando a 400 mil unidades habitacionais, desde a época do querido Mário Covas até hoje, proporcionando moradia para as famílias que precisam com esta qualidade e com toda a infraestrutura aqui para vocês. Então, a primeira boa notícia são as casas. Segundo: é energia solar. Terceira: quadra poliesportiva; a quarta: o Poupatempo aqui do lado em Tupã, que vai atender toda região; a quinta: Comandante João Ribeiro de Barros, nós vamos chegar até a divisa com Mato Grosso do Sul com terceira faixa, recapeamento, obras de segurança; a sexta, a ambulância, a gente tem ajudado aqui a Santa Casa; a sétima: nós vamos liberar 50 mil para a banda, para os instrumentos da banda; a oitava: nós já liberamos um caminhão basculante; a nona: outro caminhão de lixo; a décima: a creche e aí chegamos a décima primeira, que é o número do Neymar, em homenagem ao Neymar, um atendimento aos idosos, a melhor idade, com Centro do Idoso aqui para vocês. Eu quero agradecer aqui o delegado Bragatto. Vocês tem um ótimo deputado aqui na região. O Bragatto é sério, trabalhador, excelente. Nós precisamos valorizar a prata da casa, o ouro da casa. Bragatto é excelente. Eu fui deputado com o Bragatto, então eu conheço, olha, gente boa, honestidade e trabalho. Cumprimentar o Dilador, cadê o Dilador? Dilador é novo, está chegando a Assembleia, também é da região, é de Araçatuba, excelente companheiro. Orlando Morando já foi, mas Orlando estava aqui conosco também. Ah, e também, lembrou bem o Valtinho, nós estamos começando hoje a Rodovia Assis Chateaubriand Martinópolis-Parapuã. Vai ser recapeada, terceiras faixas, acostamentos e vou encaminhar ao DER a questão das rotatórias para ter mais segurança aqui para a região. Queria agradecer ao Penido, a equipe da CDHU, do Sílvio Torres. Cumprimentar o David Zaia, o Barreto, o pessoal do Poupatempo e em especial abraçar o Valentim, o nosso prefeito. Aqui tem uma sequência de boas administrações. Toninho Reis dedicou oito anos da sua vida a população, agora o Valentim, a Sílvia, a Graziela, o Presidente da Câmara, o Claudio, está todo mundo aí trabalhando. Diz que na vida, a gente nasce, a nossa vocação, homens e mulheres, é servir. Como é bom quando a gente tem oportunidade de servir, não para nós mesmos, mas servir aquele que precisa e principalmente quem precisa mais. Aliás, tem uma historieta árabe, Valentim, que dizem que perguntaram a uma mãe qual dos filhos ela mais amava e ela respondeu “o pequenino até que cresça, o doente até que sare e o ausente até que volte”. Nós precisamos servir e servir quem mais precisa da gente. Quem é aquele que mais tá precisando? Quem precisa da casa, preciso do hospital, precisa do ônibus, precisa do serviço público, precisa da área social, essa é a grande tarefa. Tem uma história de uma rainha de Portugal, chamada Rainha Leonor de Avis, foi a mulher mais rica da Europa no século XVI, século XV das grandes navegações portuguesas, então contam que a Rainha Leonor de Avis, ela está enterrada no mosteiro em Lisboa, pediu para ser enterrada num lugar de passagem para que todos pisassem sobre a sua campa, para lembrar da pequenez das coisas materiais frente a grandeza da eternidade. É preciso entender as razões existências da vida e uma dessas razões é a vida em comunidade. É a gente ajudar as pessoas poderem viver melhor, por isso que a atividade política, ela bem feita, Santo Agostinho dizia que era a mais importante das virtudes porque é onde você tem mais oportunidades de poder trabalhar pelas pessoas. Se eu não fosse prefeito, você vai poder fazer muita coisa, mas não ia poder fazer um monte de coisa pela cidade. Se eu não fosse governador, ia poder ajudar pessoas mais próximas, mas não ia poder ajudar o estado inteiro, então essa é a beleza da vida pública. A gente tem a honra de suar a camisa para poder trabalhar em benefício da população, com honestidade, respeitando o dinheiro das pessoas e governar é escolher. O dinheiro nunca dá para tudo, é que nem na vida da gente, não tem dinheiro para tudo. Você vê ali o que é mais urgente, o que é mais necessário, aperta o cinto. Governo a mesma coisa, nós temos que escolher aquilo que mais beneficia a população. Parabéns, Rinópolis!