Discurso - Entrevista Rádio Trianon 20162107

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Entrevista Rádio Trianon

Local: [[]] - Data:Julho 21/07/2016

LUCAS NETO, ÂNCORA: Vai conversar conosco o governador Geraldo Alckmin, do Estado de São Paulo. Estadista, médico, e que desenvolve um programa pioneiro. E São Paulo sempre pioneiro e é um orgulho para todos nós, criou e desenvolveu o programa São Paulo Estado Amigo do Idoso, que envolve 11 Secretarias do estado e que dá atendimento espetacular ao idoso aqui em São Paulo. Evidentemente, governador, eu só tenho que lembrar que na década de 40 a média de idade era de 40 anos, hoje já chegamos a 75 normal aqui no país praticamente, e, em São Paulo, especificamente, temos dois anos a mais. O fato de ser médico, e, evidentemente, ter esse carinho muito especial com essa população que mais cresce em São Paulo, no Brasil e no mundo, nós temos o programa São Paulo Estado Amigo do Idoso, que é uma coisa maravilhosa. O fato de ser médico também foi que acabou ajudando a criar esse programa pioneiro e extraordinário, não é, governador?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: É, exatamente. Quero cumprimentá-lo, Lucas Neto. Cumprimentar todos os ouvintes da Rádio Trianon, cumprimentá-lo pelo seu trabalho e dizer que é isso mesmo. Graças a Deus nós estamos vivendo mais, a expectativa de vida média aqui no Estado de São Paulo é das mais altas do país, 77 anos de idade de expectativa de vida média. Para quem passa dos 30 anos é bem mais alta, inclusive, porque sai da chamada vulnerabilidade juvenil. E nós queremos que as pessoas possam viver mais e com qualidade de vida. Então, São Paulo, um estado amigo do idoso, nós estabelecemos que as pessoas da melhor idade têm a mobilidade garantida de forma gratuita, não é? O Passe do Idoso no trem, no metrô, no ônibus, estabelecemos também duas cadeiras só para melhor idade nos ônibus intermunicipais para essas pessoas poderem viajar pelo Estado de São Paulo. Também todos os 645 municípios com o Centro de Convivência do Idoso, para ter o local de encontro, jogos, baile, atividade de geração de renda, convívio, enfim, todo o atendimento. E estamos inaugurando os primeiros ambulatórios médicos de especialidades. É o AME voltado às pessoas acima de 60 anos de idade. Então, esse AME é específico. Já inauguramos na Vila Mariana... perdão, o primeiro que inauguramos foi na Lapa, já está funcionando o AME do Idoso lá da Lapa e inauguramos agora, a semana passada o AME do Idoso, aliás, segunda-feira desta semana aqui na Vila Mariana. Então, já na Vila Mariana, Lucas Neto, nós teremos já a partir da semana que vem, já em atividade a cardiologia, a dermatologia, endocrinologia, geriatria, ginecologia, neurologia, oftalmo, otorrino, reumatologia e urologia. E também especialidades não médicas como fisioterapia, enfermagem, fono, nutrição, psicologia, terapia ocupacional e educação física. O AME tem tudo, ele faz toda a consulta com os especialistas, são 23 especialidades, inclusive toda a parte odontológica, prótese dentária, e faz o exame também de raio x, ultrassom, toda a aparelhagem e faz o tratamento.

LUCAS NETO, ÂNCORA: Nós estivemos lá na inauguração. Espetacular o prédio, os equipamentos, tudo de última geração e realmente é um orgulho para todos nós. Quantos AMEs nós temos aqui no estado e qual é o objetivo de chegar, governador?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Nós temos 55 AMEs aí abertos, não é? Não só para o idoso, mas para toda a população. Acabamos de inaugurar na semana passada o AME no município de Lorena e vamos inaugurar na região de Campinas, também em Amparo, depois São Carlos. E o AME é muito importante porque ele, de um lado, melhora a resolutividade das UBSs, o médico de família, aquele clínico que está lá na UBS, ele tendo dúvida, ele precisando, ele encaminha para o AME, onde você tem todos os especialistas e todos os exames, faz até tomografia. E resolve, quer dizer, inclusive, cirurgia também faz, a não ser grande cirurgia, mas as pequenas e médias e toda a parte laparoscópica. Aí, com isso, também evita internação hospitalar. Então , de um lado ele ajuda o atendimento primário, dando mais resolutividade à rede de UBSs, e, de outro lado, em desafoga os hospitais porque resolve grande parte dos problemas.

LUCAS NETO, ÂNCORA: Outro golaço marcado na sua administração, indiscutivelmente, e é de uma extraordinária avalia para a população e os idosos aproveitam-se muito disso, é o Bom Prato, não é, Governador? Os números são incríveis, não é? Do Bom Prato que a senhor criou.

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: O Bom Prato, Lucas Neto, ele já passou de 150 milhões de atendimentos com qualidade. Nós temos 54 restaurantes Bom Prato, o preço nunca mudou, vai fazer praticamente 18 anos, continua 1 real e a qualidade a mesma. Então, ele tem um controle nutricional, é uma refeição perfeita do ponto de vista de balanceamento: arroz, feijão, verdura, uma carne, o suco da época, o pãozinho e a sobremesa. Então, num ambiente muito adequado, arrumado. E, do outro lado, alimentação de qualidade e saborosa, não é? Temperatura perfeita, quente, saborosa. É um belíssimo programa e ajuda muita gente que está fora de casa, que não dá tempo de voltar para casa para almoçar. Tem também o café da manhã pela manhã, 50 centavos, com achocolatado, pão, queijo, fruta. E no período da tarde em muitos Bons Pratos nós temos aula de gastronomia. Então, a gente forma garçom, padeiro, doceiro, pizzaiolo, auxiliar de cozinha, barman. Então, é um trabalho social bastante importante.

LUCAS NETO, ÂNCORA: O espaço ocioso que fica no Bom Prato, inclusive, é utilizado com cursos de informática, etc., não é? Incentivo às artes, produtos artesanais para melhorar a renda do idoso, e é realmente espetacular esse programa do Bom Prato. Governador, queria lembrar o senhor também, no seu primeiro mandato foi exatamente a Delegacia do Idoso, e lamentavelmente, por incrível que pareça, cresce a violência contra o idoso, que é um negócio que nos magoa, nos fere, não é? É incrível que a gente tenha que viver esse problema, não é?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: O idoso, ele merece respeito, não é? Prioridade, prioridade então no trem, no ônibus, o idoso sempre tem a preferência. É um sinal de respeito, não é, a quem tem mais experiência do que nós, quem viveu ou vive mais do que nós. Então, é muito importante. E a Delegacia do Idoso é exatamente para coibir qualquer tipo de violência contra o idoso.

LUCAS NETO, ÂNCORA: Governador Geraldo Alckmin, estamos às vésperas da Olimpíada, o futebol será utilizado também o estádio do Corinthians em Itaquera, e, principalmente como São Paulo é a maior cidade, a locomotiva deste país, sem dúvida alguma, muitos turistas que irão ao Rio de Janeiro virão a São Paulo também para conhecer a nossa cidade, desfrutar de tudo o que nós temos na área da gastronomia, da beleza em várias estâncias, etc. Parte de segurança, São Paulo com a sua polícia também está incorporada nesse trabalho conjunto para a Olimpíada, governador?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Lucas Neto, embora a Olimpíada seja numa cidade, não é, seja no Rio de Janeiro, nós teremos aqui em São Paulo os principais países do mundo ficarão hospedadas, a sua aclimatação será em São Paulo. Aqui estará a Índia, China, Japão, Itália, França, Inglaterra, Canadá, Argentina, Israel. Então, os principais países do mundo, 23 países ficarão em São Paulo. E nós teremos aqui 10 jogos de futebol da Olimpíada, futebol masculino e futebol feminino, ele, inclusive, semifinais. Eles serão lá na Arena Corinthians, no Itaquerão, e que é muito bom porque você tem na porta o trem e o metrô, e, inclusive, teremos o Expresso Olimpíada, um trem direto da Luz até a porta do estádio em 19 minutos, sem parar. Então, algumas horas antes dos jogos nós teremos esse trem direto. Está tudo preparado, a polícia fez o plano de contingência. Então, estamos bastante preparados aí para receber bem as delegações do mundo todo e sediar aqui os jogos de futebol masculino e feminino.

LUCAS NETO, ÂNCORA: Governador, agradecendo imensamente a sua presença aqui no nosso programa. E já havíamos combinado, no dia 10 de outubro estaremos comemorando os 50... os cinco anos do nosso programa, tomara que fosse 50 anos já, não é?

[risos].

LUCAS NETO, ÂNCORA: Cinco anos do nosso programa. Então, está confirmado um programa dedicado todinho ao que o seu governo tem feito, ao que São Paulo tem feito em favor dos idosos, combinado, governador?

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Combinado, Lucas Neto. Quero cumprimentá-lo. Dizem que uma imprensa é a sociedade conversando consigo própria. Parabéns pelo seu trabalho, um abraço a todos os ouvintes da Rádio Trianon.

LUCAS NETO, ÂNCORA: E agradecemos também e a colaboração da toda a sua equipe de comunicação, que é extraordinária. E São Paulo sempre pioneiro, isso é que é muito bom. Obrigado, governador.

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Obrigado, Lucas Neto.

LUCAS NETO, ÂNCORA: Um abração. [[]]