Discurso - Furp vai produzir mais 96 remédios para o SUS com PPP inédita 20132208

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Furp vai produzir mais 96 remédios para o SUS com PPP inédita

Local: Capital - Data:22/08/2013

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Boa tarde a todas e a todos! Cumprimentar os nossos secretários, Júlio Semeghini; professor Giovanni Guido Cerri; o Flávio Vormittag, superintendente da FURP; cumprimentar o Carlos Sanches, nosso presidente do Conselho de Administração da EMS; o Luiz Borgonovi, presidente da EMS Farma; o Jorge Luiz Coelho, que é presidente da Concessionária Paulista de Medicamentos; o Israel Bakers, vice-presidente, a Cláudia, diretora das parcerias, da CPT; o Advar, gerente-geral da Divisão Industrial; a Viviana, gerente-geral da Divisão de Relacionamento do Mercado; Gustavo Oliveira, presidente da PPP; a Cristina Tapajós, da área jurídica; Ricardo Fartori, da parte de qualidade. Cade o Ricardo? Carlos Prado; o Ricardo Silva; o Sidnei Raff; o Caio Matsumoto; o Tomás Brudzinski, diretor financeiro, enfim... Vocês conhecem a história do... Tinha, Carlos, um prefeito no interior que fazia muitas citações e aquilo era muito demorado, muito longo. “Sr. Governador, senador, deputado, presidente, diretor...” aquilo não tinha fim. Aí o governador da época, falou: “Prefeito, economia processual: Sempre faça duas citações.” Vai no hospital: profissionais de saúde e pacientes; Vai numa escola: professores e alunos; você vai num local com muita gente: senhoras e senhores. Só duas, vamos ganhar tempo: Economia processual”. Aí ele guardou e tal. Passados uns meses, houve uma solenidade no cemitério municipal. Aí a secretária dele veio com aquela pacote de ficha, ele pensou, pensou, guardou e falou: “Meus conterrâneos e meus subterrâneos!”

[RISOS]

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Mas é uma grande alegria! Hoje é um grande dia, celebramos aqui uma parceria, uma PPP. Isso é uma coisa famosa, não é? Eu lembro quando eu era menino: Pagão, Pelé e Pepe, não é? Foi a mais famosa PPP! Uma grande parceria entre o governo do Estado através da Furp e a EMS, grande laboratório nacional que a gente tem muito orgulho, do país e eu tenho certeza que vai trazer bons resultados para a nossa população! Passar aqui para o professor Giovanni dar uma palavrinha.

[…]

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Olha, nós é que queremos agradecer, hoje é um dia muito feliz! Ontem assinamos a PPP da água...Porque para tomar o comprimido, precisa ter água, não é? Estão precisa fazer antes. Assinamos a PPP da água porque São Paulo tem 22 milhões de pessoas e não tem água, vai buscar água em Minas Gerais. Então assinamos a PPP da água, depois, à tarde, a concessão do complexo aqui do Imigrantes, Centro de Eventos, Centro de Convenções, hotel, enfim, toda a parte de turismo. Mas hoje é a principal, é a mais desafiadora, porque é vida, não é? É medicamento. Medicamento de qualidade, transferência de tecnologia, então importante o aspecto aí da ciência, do avanço tecnológico. Como disse o Carlos Sanches, gerar emprego aqui no estado de São Paulo, investimento aqui em São Paulo, na planta industrial e em equipamento, novos medicamentos para a população de forma gratuita pelo SUS, pelo estado, para quem precisa, aumentando acesso aos remédios. Nós ficamos muito felizes, foi um trabalho longo, mas eu tenho certeza que vai trazer muito bons resultados! Eu queria agradecer ao professor Giovanni Cerri por todo esse trabalho da sua equipe; ao Flávio; todo o time da Fundação do Remédio Popular, da FURP; ao Júlio Semeghini, que coordena aí as PPPs e desejar aí muito bom trabalho, Carlos Sanches, a você, ao Luiz, a todo o time aí da EMS que agora já passa e nós já estamos pegando as contas de luz e já mandando tudo, passando as contas aqui, já transferindo, já!

ORADOR NÃO IDENTIFICADO:Trezentos mil por mês. É, só de luz.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Só de luz!

[RISOS]

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:Mas o fato é que nós vamos ter uma grande, um grande laboratório e uma grande produção em benefício da população lá em Américo Brasiliense, que, aliás, já está conhecida pela indústria de medicamentos, pelo laboratório que agora vai crescer forte aí em benefício da população. Uma concessão administrativa, foi bem concebida aí pelo prazo de 15 anos e que vai trazer bons - não frutos, não é - mas boas moléculas, boas moléculas para a saúde da população! Muito obrigado! Vamos à assinatura! Capital