Discurso - Missa em memória do 12° aniversário de falecimento do governador Mario Covas 20130903

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Missa em memória do 12° aniversário de falecimento do governador Mario Covasr

Local: Capital - Data: 09/03/2013

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DE SÃO PAULO: [ininteligível] Bom dia. Nosso [ininteligível] D. Lila Covas, Zuzinha, Bruno, Gustavo, Lú, amigas, amigos. Como o tempo passa! Doze anos do falecimento do nosso querido governador Mário Covas. E todo dia nós lembramos das suas ações, dos seus exemplos, [ininteligível] como uma luz a orientar. Mário Covas foi mais do que um homem público exemplar. Ele foi um estadista. Todos os que tiveram o privilégio de trabalhar com ele testemunharam isso. Um estadista, um homem de coragem, se sacrificou, que acreditava na democracia, lutou por ela, para que as pessoas tivessem o direito de expressão [ininteligível] da história, [ininteligível] seu estilo [ininteligível], um grande administrador, com objetividade, engenheiro politécnico, eficiência, recuperando esse estado, que tem tamanho de país, que é São Paulo. Um homem de sensibilidade, que gostava de gente, trabalhava para os mais desvalidos, os que mais precisavam, os que sofriam mais. Um homem inteiro, exigente, mas justo, profundo sentimento de justiça, trabalhador. Mário Covas não tinha preguiça. Uma vez, eu sou testemunha, em um domingo ele saiu cedinho de Campos do Jordão e fez, num dia Piquete, Barreiras, Bananal, [ininteligível], São José do Barreiro, [ininteligível] Silveiras [ininteligível] as dez cidades [ininteligível]. Um homem dedicado a servir as pessoas, ao trabalho. [ininteligível]. Mário Covas é um homem de caráter, inteiro, verdadeiro, um homem de fé, porque é a fé que nos dá força e serenidade diante das adversidades da vida. Eu fui testemunha da sua doença, da sua força e a sua serenidade frente as dificuldades. Mário Covas é para todos nós uma grande luz, uma grande bússola nessa nossa trajetória. Viva Mário Covas!