Discurso - Obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário 20131907

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário

Local: Quatá - Data:19/07/2013

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Vamos ouvir as palavras do governador de todos os paulistas, Geraldo Alckmin.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Bom dia! Bom dia a todas e a todos! Quero cumprimentar a nossa prefeita anfitriã, a Lu, agradecer a lembrança para a Lu, o nosso almoço está garantido também, cocada; cumprimentar o Zequinha, nosso vice-prefeito; o vereador Amarildo de Almeida, presidente da Câmara, saudando aqui todos os vereadores da cidade e da região; Dr. Diogo Porto Vieira Bertolucci, Juiz de Direito aqui da Comarca; deputado Edson Giriboni, secretário de Saneamento; Dra. Mônika Bergamaschi, secretária da Agricultura; deputados estaduais: o Ed Thomas, o Mauro Bragato, o Osvaldo Virgínio; os prefeitos: de Assis, o Ricardo; Cândido Mota, o Zacarias; em Echaporã, o Aristeu; Quintana, o Fernando; Cruzália, o Herman; Florínea, o Rodrigão; João Ramalho, o Vaguinho; Rancharia, o Marquinhos; Maracaí, o Tatu; Bastos, para onde nós estamos indo agora para a Festa do Ovo, a Virgínia; Palmital, a Ismênia; Parapuã, o Samir; Tupã, o Manuel Gaspar; Regente Feijó, o Marco Rocha, que preside a Unipontal; Tarumã, o Jairo Costa e Silva, o Jairão que preside a Civap; Salmorão, o Zé Luis; Caiabú, o Dario; Martinópolis, o Dinele; e Itaciba, o Eli. Cumprimentar também o ex-prefeito aqui do município, Marcelo Pekel; Dr. Luis Roberto Bertoso, delegado seccional; Major Flávio Godoy; o superintendente da Sabesp, Antero Moreira França Junior; Valtinho, o nosso diretor aqui do Erplan; a amiga Almira Garners, que nos alegra aqui com a sua presença; o Aurimar Gomes; os secretários municipais; a equipe toda da Sabesp, nossos colaboradores; lideranças aqui da comunidade. Hoje estamos muito felizes, nós estamos saindo de Martinópolis, até dezembro nós vamos ter a Raposo Tavares inteirinha com seu eixo principal duplicado, todinha, desde Presidente Prudente até Assis. Até março do ano que vem, nós vamos ter todas as obras de arte também prontas e até setembro do ano que vem, de Prudente lá para Epitácio. Estamos em obra, com oitocentos milhões de obras do DER, só aqui, aqui é DER 12, é isso? Ah! É divisa? Prudente é 12, Assis é 7. Nós passamos agora por Rancharia, estamos tendo lá uma grande obra, uma obra muito importante e viemos aqui pela SP 284, que está uma beleza de rodovia, então são investimentos importantes para a região. Depois aqui em Quatá, nós vamos iniciar, estamos já iniciando, agora esse mês, uma obra de R$ 4,7 milhões, mais 900 mil reais de equipamentos, vai dar R$ 5,6 milhões investidos. Tem uma estação antiga aqui na cidade, nós vamos fazer uma nova estação, moderna, a três quilômetros de distância, mais distante aqui da região central, prevendo já a ampliação e o crescimento de Quatá, nos próximos 40 anos e mais moderno tratamento de afluentes. Nós vamos ter duas lagoas facultativas, nova estação de esgoto com capacidade para 70 litros por segundo, reator anaeróbio, fluxo ascendente, tanque de contato, duas lagoas airadas, desinfecção, dois leitos de checagem, 2,5 quilômetros de emissário e sistema de pré-tratamento. Vai estar, se Deus quiser, tudo pronto até novembro do ano que vem, R$ 5,7 milhões. O Giriboni, que é um engenheiro da Poli, colocou muito bem, a diferença do estado de São Paulo na questão do saneamento básico. O Brasil, um dia desses, eu estava vendo o Globo Ecologia, então tinha uma matéria do Globo Ecologia, domingo de manhã, mostrando a falta de saneamento no Brasil, as pessoas não têm água, tomam água contaminada e a água da Sabesp, e pode abrir e tomar da torneira porque a água é tratada e controlada com toda qualidade, aliás, as crianças hoje, elas têm menos cárie nos dentes, os dentes são melhores do que os nossos, mais velhos, porque a água é fluoretada, além da escovação que as mamães e a escola ensinam. E a Sabesp é controlada porque também flúor na água, se puser demais, chama-se fluorose, que é mais grave, então a água é uma coisa de extrema segurança e qualidade, então o Brasil vai universalizar o saneamento, 100% de água, 100% de esgoto coletado e 100% do esgoto tratado em 2.197, nós vamos universalizar o saneamento em 2014, no ano que vem, no interior do estado de São Paulo; em 2016 no litoral de São Paulo porque as praias são mais distantes, então é mais caro; e 2018 na região metropolitana de São Paulo, e em algumas cidades, como Quatá, nós já estamos até prevendo o futuro, já modernizando, ampliando, prevendo crescimento da cidade. Também aqui nós tivemos a reforma da rodoviária, do terminal rodoviário, temos aqui um boa Etec, uma escola técnica, com Ensino Médio, açúcar e álcool, escola agrícola e também o ensino conjunto, temos o Via Rápida Emprego, a Lu já assinou o Creche-Escola, não é isso? Qual o valor do convênio? Você lembra? Mais de um milhão! Um milhão e seiscentos mil reais. Nós vamos fazer creche em todo o estado, nos 645 municípios do estado de São Paulo, para as mamães poderem deixar suas crianças com mais segurança, então vão ter alimentação, higiene, cuidados, criança pequena precisa tomar muito cuidado senão ela pode se machucar, então já assinou Creche-Escola, aqui também nós temos aqui, a prefeitura vai receber também um ônibus escolar, zero quilômetro, vai receber também uma ambulância zero quilômetro, aliás, é uma caminhão que você vai receber ou uma van? Um caminhão e uma van, vai receber uma van zero quilômetro, um caminhão, é basculante ou não? Compactador de lixo, zero quilômetro também. Nós viemos aqui pela rodovia SP 284, está muito bem feita, muito bonita e a prefeita nos falou aqui da saúde e do asfalto. Eu não consegui também passar em nenhum município porque eu escapei do tal do asfalto, vou falar que eu vou escapar, mas não tem jeito! Nós vamos ajudar, nós vamos dar duas ajudas aí, eu fui prefeito, quem não gosta de um asfalto, não é? Mas eu sempre dizia o seguinte: que administrar para o ser humano, para os homens, as mulheres, as crianças e tal, é educação, saúde e saneamento. Administrar para o automóvel é o asfalto, então nós vamos liberar, não dá para fazer tudo, depois não vão cobrar a prefeita, não dá para fazer tudo, mas já vai dar para fazer uma parte, como é o nome do bairro que está faltando? Jardim tropical, dá para fazer um pouquinho mais que a metade. Nós vamos liberar R$ 300 mil... É UBS, pronto atendimento, então ela tem um pronto atendimento, porque ela já tem o Raio-X e o ultrassom, então agora precisa ter as inalações físicas para poder... Raio-X, inclusive, precisa ter parede chumbada e tal, nós vamos liberar R$ 400 mil. E muita gente vai fazer exame de laboratório fora, e a gente quer que aumente a resolutividade aqui em Quatá! Então, nós vamos liberar mais R$ 100 mil para você comprar equipamentos para fazer toda a parte de laboratórios, aqui em Quatá. As coisas... Deixa fazer uma pergunta, a saúde está melhorando ou piorando?

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Melhorando!

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: É! Se disser melhorando, está correto! Porque a mortalidade infantil caiu. Antigamente, era comum uma mamãe dizer, “tive seis filhos, vingaram quatro, vingaram... “, morria muita criança. Hoje, a mortalidade infantil é um dígito, é difícil morrer uma criança, então mortalidade infantil caiu. Nós estamos vivendo mais ou menos?

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Mais!

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Mais! O Fenando Henrique disse que a vida começa aos 82, ele está com uma namorada de 37, ele está bem! Então, na realidade, a expectativa de vida está?

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Subindo!

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: Subindo! Está subindo, e de outro lado, tem um problemão! Qual é esse problemão? Está faltando dinheiro, por quê? Porque as pessoas vivendo mais, e a medicina ficando mais cara, precisa ter? Financiamento! Então, qual o problema? É fácil de entender! Tem uma casa, e nós somos três, os que vão construir a casa, o Federal, que é o mais rico, o Antônio Ermínio; o Estado, que é mais ou menos; e o Município, que também é mais ou menos, nós três. Então, nós combinamos: “olha, todo mundo põe R$ 100,00 por mês para construir a casa”, então R$ 100,00, R$ 100,00 e R$ 100,00. Aí o mais rico, fala assim: “olha, agora, eu resolvi, vou pôr só R$ 90,00”, aí nós temos que pôr R$ 105,00. Depois, chega um pouco mais para frente, “Ah! Eu resolvi, vou pôr só R$ 80,00', aí nós temos que pôr? R$ 110,00, uma hora a casa cao! Então, o que está acontecendo no Brasil? No Brasil, é uma crise de financiamento, porque o Governo Federal, que é quem tem mais recurso dos impostos que os brasileiros pagam está colocando menos dinheiro do que os outros, aí... Mas o fato é que a saúde, ela está melhorando, o que precisa é corrigir a tabela do SUS para poder ter um atendimento à população. Nós estamos indo agora para Bastos... Ah! Mais 126 casas já em licitação, multiplicando por cinco, nós estamos falando aí de 630 pessoas que vão realizar o sonho da casa própria, sair do aluguel! Sair do aluguel! Nós estamos saindo daqui, indo para Bastos, para a Festa do Ovo. Aliás, está na hora do ovo frito, não é? Agora, estamos indo lá para a Festa do Ovo. Nós somos, o estado de São Paulo, o maior produtor de ovos do Brasil e Bastos é a capital do ovo. Tem um número aqui impressionante que eu estava vendo, Bastos produz, só Bastos, hein, 450 milhões de dúzias de ovos por ano, 14 milhões de ovos por dia, e 166 ovos por segundo, é um metralhadora, 166 ovos, nem uma metralhadora consegue por segundo, é impressionante, isso é alimento, que é proteína, é alimento, e de outro lado, é emprego porque a avicultura gera muito emprego, ela passou por dificuldades ano passado, nós demos um crédito de ICMS, segurou a avicultura de São Paulo, porque é muito importante. Quantos empregos têm?

ORADORA NÃO IDENTIFICADA: 2.600 diretos.

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO: 2.600 empregos, diretos, as granjas aqui lá em Bastos e nós vamos inaugurar agora um laboratório, veja como é importante o negócio da água, nós vamos inaugurar o laboratório do Instituto Biológico, o Instituto Biológico tem um grande laboratório em Descalvado, perto de Araraquara, e outro em Bastos só para aves, só para avicultura. Então, o laboratório é para doenças das aves, você evitar doença na ave. Esse que nós vamos inaugurar é de Bromatologia, laboratório da Bromatologia é para analisar e corrigir a água e a ração, porque se a ave tomar água contaminada, quem comer o ovo vai ter problema, se comer uma ração com problema, quem comer o ovo vai ter problema, então o laboratório de Bromatologia examina a água e examina a ração para garantir segurança e saúde para a população. Mas eu quero deixar um grande abraço para vocês, trazer um abraço da sua xará, da Lu, e aqui tem o polo de moda, olha aí hora que trabalho bonito! Uma referência para a região, então esses programas de geração de renda, eles são muito importantes. Em homenagem à Lu, agora com esses investimentos aqui em saúde, tem duas boas notícias para Quatá: a flor da alta sorocabana. Nós, homens, com esses avanços da saúde, agora, chegaremos, ultrapassaremos 100 anos de idade e as mulheres não morrerão mais!

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Essas foram as palavras do governador Geraldo Alckmin.