Discurso - Solenidade de Entrega da Medalha Ruth Cardoso 20130403

De Infogov São Paulo
Ir para navegação Ir para pesquisar

Discurso - Solenidade de Entrega da Medalha Ruth Cardoso

Local: Capital - Data: 04/03/2013

ORADOR NÃO IDENTIFICADO: Discurso Alckmin, Medalha Ruth Cardoso.

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: Boa noite a todas e a todos! Dizer da alegria de receber aqui, na sede do governo a presença da ministra professora Eleonora Menecucci, ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres; da alegria de receber aqui a presença da Dra. Ana Estela Haddad, muito honrado com a sua presença Ana Estela; da nossa Secretária da Justiça, professora Luiza Arruda; Secretário de Emprego e Relações do Trabalho, Carlos Ortiz; a Delegada Rose, presidente do Conselho Estadual da Condição Feminina. Nossos deputados: a Maria Lucia; Roberto Massafera; Osvaldo Virgíneo; Milton Flavio; Denise Motta, secretaria de Política para Mulheres da capital; Marco Antônio Zito, presidente estadual de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra do nosso estado; professor Adilson Cesar, presidente do Conselho Estadual de Honrarias e Méritos; membros do Conselho Estadual da Condição Feminina; presidentes de Conselhos Municipais, familiares e amigos dos agraciados, amigos e amigas! Dizer da alegria de nos encontramos aqui nessa noite, agradecer a presença de cada um, de cada uma de vocês que nos alegram aqui nesse encontro, dizer que para mim é uma grande alegria e uma grande honra receber a medalha, que aqui foi bem colocada, Ruth Cardoso: cidadã, professora, antropóloga, intelectual, mas especialmente alguém que lutou a vida inteira pela igualdade, pela promoção, combatendo a exclusão, seja racial, seja de gênero, de todas as formas. E de outro lado, receber também esta medalha aqui junto com a ministra Eleonora Menecucci; com a Adélia Belloddi Privato; com a Dra. Albertina Duarte Takiuti, que como todas, está muito elegante;com a Orchidea Aparecida Marchezani Corciolli; com a Sônia Hess; com o nosso Dr. Luiz Gebrim, representando o Hospital Pérola Byington, o hospital da mulher e dizer da responsabilidade frente à tamanha honraria. Eu acho que é com grande humildade e com compromisso. São Paulo desde Governo Montoro, três décadas, inovou, estava na vanguarda dos diretos das mulheres, da justiça, da promoção, da igualdade com o Conselho Estadual da Condição Feminina. A Delgada Rose era menor de idade, quando assumiu a primeira Delegacia de Defesa da Mulher! Então, o nosso compromisso, acabamos de assinar aqui um convênio, onde as mulheres vítimas de violência, as mais fragilizadas, vão poder não apenas ter segurança, saúde, mas poderem se qualificar para o mercado de trabalho, ter bolsa para poder estudar e poderem através do Emprega São Paulo poderem ter a sua autonomia financeira, poderem reestruturar a sua vida. Aqui, foi citado o Sábado sem Fronteiras, também um trabalho pioneiro do Pérola Byington, acolhendo as mulheres com deficiência para que elas possam ter um atendimento mais personalizado. Estamos expandindo o Bem me Quer para outras regiões do estado, justiça e saúde no sentido de podermos avançar, ainda mais. E esta semana ainda... Estávamos hoje, agora à tarde trabalhando, estamos formatando proposta ao governo federal pra através do Instituto Butantã, nós podermos, o Brasil realizar o sonho da vacina do HPV, que vai ser uma grande conquista também para as mulheres! Mas quero é deixar aqui o nosso compromisso, compromisso, acho que a luta das mulheres extrapola as mulheres pelo seu significado de se fazer justiça, de se dar oportunidade de se avançar nas igualdades. E eu sou um fã da capacidade múltipla das mulheres. É impressionante as mulheres tem uma capacidade de terem atividades inúmeras, né, que às vezes, nós, homens temos mais dificuldade. Eu me lembro de que uma vez em Pinda, eu sou anestesista de formação, e era prefeito da cidade e fui chamado numa noite para fazer uma cesariana na Santa Casa. Fui de madrugada, fiz uma raquianestesia. Estava de gorro, máscara, luva e no finalzinho da cirurgia, acompanhando o pulso, perfusão, pressão. A paciente virou para mim e falou: “Doutor Geraldo, e quando é que no Jardim Resende o senhor vai colocar rede de esgoto?”.

RISOS DA PLATÉIA

GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN: As mulheres são de luta, não é? Se fosse homem, estava chorando lá. É essa capacidade fantástica! Portanto, enquanto as mulheres avançam nas suas conquistas, a sociedade como um todo, avança. Muito obrigado!